Cabeçalho

Logotipo

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Grêmio fecha patrocínio com rede hoteleira

Parceria já começa a valer no jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil

A Laghetto Hotéis é a nova patrocinadora do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. A parceria começará a valer na próxima quarta-feira (23), no jogo de volta pela semifinal da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte. A marca ficará estampada abaixo da numeração de cada jogador.
De acordo com o contrato firmado entre clube e patrocinador, a partir de setembro, o Hotel Laghetto Viverone Moinhos, em Porto Alegre, passará a ser a nova sede de concentração do Grêmio nos jogos em casa. Os hotéis das cidades onde a rede hoteleira está presente serão opções de pré-temporada para o clube gaúcho nos próximos dois anos. Durante esse período, o Hotel Laghetto reservará todo o seu centro de eventos para o time, além de um andar inteiro com quartos individuais para os jogadores.
“A parceria comercial com a Rede Laghetto, além da exposição da marca nas propriedades midiáticas do clube, proporcionará a geração de vantagens e benefícios exclusivos aos sócios-torcedores”, afirmou o executivo de marketing do Grêmio, Beto Carvalho.
“O clube simboliza os mesmos valores da Laghetto, o que reforça a nossa escolha por esta parceria”, disse Luis Paulo Dyundi Yamaguchi, gestor de marketing da Rede Laghetto, que destacou ainda que o Grêmio é sinônimo de força dentro do Rio Grande do Sul. 
Fundada na cidade de Gramado em 1989, a Rede Laghetto conta com onze hotéis: sete em Gramado, um em Bento Gonçalves, dois em Porto Alegre e um no Rio de Janeiro. O contrato com o Grêmio vai até dezembro de 2019.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/gremio-fecha-patrocinio-com-rede-hoteleira_33045.html#ixzz4qQLmqrX8

Fluminense anuncia retorno definitivo ao Maracanã

Ao menos em 2017, arena voltará a ser a casa do time

O Fluminense anunciou no sábado (19) que irá voltar ao Maracanã. Após algumas partidas no estádio do América-RJ, o time irá mandar todas as partidas do restante do ano na arena que recebeu a final da Copa do Mundo de 2014.
“A gestão realizou um trabalho árduo com o intuito de fortalecer o elo entre time e arquibancada. A aproximação é fundamental para construirmos um caminho repleto de conquistas. Valorizamos a torcida e sabemos que é o nosso maior patrimônio”, afirmou o presidente Pedro Abad.
O time, que teve prejuízo de R$ 1 milhão com o estádio neste Brasileirão, renegociou as condições para atuar na arena carioca. Com os custos menores, a diretoria do Fluminense espera poder atuar no Maracanã mesmo com públicos modestos.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/fluminense-anuncia-retorno-definitivo-ao-maracana_33043.html#ixzz4qQLdf7yx

Nike ativa atletas com lançamento de quadra em São Paulo

Ronaldo, Jô e Leandrinho participaram de evento na capital paulista

A Nike expandiu iniciativa já realizada no Rio de Janeiro e em outras metrópoles e assumiu a gestão de uma quadra pública em São Paulo. Precisamente, o campo de futebol do Parque do Ibirapuera. Para divulgar a nova ação, a empresa contou com seus principais atletas no Brasil.
Em evento realizado na manhã de domingo, nomes como Ronaldo, Jô, Leandro Barbosa e Fabiana Murer estiveram presentes para exaltar o investimento da marca em esporte amador e espaço público. Os atletas atenderam a imprensa ainda no gramado, momentos antes de a quadra receber sua primeira partida.
Em conversa com a Máquina do Esporte, o diretor de comunicação da Nike, Felix Ximenes, explicou que a empresa procurou a Prefeitura de São Paulo quando a atual administração afirmou que abriria espaço para parcerias privadas no Parque do Ibirapuera; a iniciativa está alinhada com a estratégia de promover o esporte.
“Nós queremos estimular a prática do esporte, queremos que a população se aproprie do espaço. Eventualmente, eles vão ver que isso tem a contribuição da Nike, mas o fato concreto é que haverá mais prática esportiva nesse campo e nas corridas”, afirmou.
No total, a Nike investiu R$ 750,4 mil nas reformas do Parque Ibirapuera, e a empresa será responsável pela manutenção dos espaços pelos próximos dois anos. Além do campo que ganhou grama sintética, a companhia refez as sinalizações dos percursos de corridas e caminhadas.
Ao longo do domingo, a Nike fez ações no parque. Houve treino com a triatleta Fernanda Keller, apresentação do skatista Gabriel Fortunato e atividades de basquete, com Shamell Stallworth, jogador do Mogi das Cruzes.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/nike-ativa-atletas-com-lancamento-de-quadra-em-sao-paulo_33041.html#ixzz4qQKryxH8

Vereador apresenta projeto de lei para São Paulo não perder CT em 2022

No texto do projeto, Eduardo Tuma (PSDB) citou Palmeiras e Corinthians

Quando a fase é ruim, parece que tudo acontece. Além de todas as dificuldades que o São Paulo vem enfrentando em campo, fora dele as coisas também não estão fáceis. Dias depois de mais um escândalo assolar o clube – o gerente de marketing foi demitido após acusações de desvios –, veio à tona mais uma vez a possibilidade de o clube perder o CT da Barra Funda em 2022.
Ao menos o motivo da volta do assunto às manchetes não é ruim para o São Paulo. O vereador Eduardo Tuma (PSDB) levou à Câmara Municipal de São Paulo um projeto de lei que visa prorrogar a concessão do terreno onde está localizado o CT, na Barra Funda, na Zona Oeste da cidade. A atual concessão tem duração de 40 anos e vai até 2022. Eduardo Tuma quer somar mais 50 anos a essa data para que o São Paulo possa usufruir do terreno até 2072.
No texto enviado à Câmara, Tuma elogiou o São Paulo.
“O São Paulo Futebol Clube é um time de compromisso e tradição, cujo surgimento remonta aos anos de 1930. Sua importância na sociedade brasileira se demonstra pela grande quantidade de torcedores e pela identificação destes com o time, no que tange ao sentimento de pertencimento deste último com os primeiros.”
Em certo momento, comparou a situação do clube com a dos rivais Palmeiras e Corinthians.
“Outra razão inequívoca da incoerência demonstrada através do encerramento da concessão administrativa é o fato da Sociedade Esportiva Palmeiras, por meio da Lei 10.666, de 26 de outubro de 1988, alterada pela Lei n° 12.001, de 18 de janeiro de 1996, ter um prazo de concessão administrativa de 90 (noventa) anos para ocupar uma área pública.” (...) “Ainda, ao Sport Club Corinthians Paulista, através da Lei n° 10.622, de 9 de setembro de 1988, foi concedido os mesmos 90 (noventa) anos.”
Para se tornar lei, o projeto precisa ser aprovado na Câmara e sancionado pelo prefeito João Dória (PSDB). A votação na Câmara deve ocorrer nos próximos meses.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/vereador-apresenta-projeto-de-lei-para-sao-paulo-nao-perder-ct-em-2022_33038.html#ixzz4qQKi5VX4

Messi e Suárez são armas de Argentina e Uruguai para sediarem Mundial de 2030

Ídolos da torcida do Barcelona são amigos fora de campo e gostam da ideia

Se o atentado terrorista em Barcelona que resultou em ao menos 14 mortos deixou os dois principais nomes do clube espanhol tristes, um outro assunto parece alegrar bastante tanto Lionel Messi como Luis Suárez. Os dois são as principais armas de Argentina e Uruguai na tentativa de sediarem em conjunto a Copa do Mundo de 2030.
A ideia de usar a imagem dos dois craques do Barcelona surgiu em julho, em uma reunião realizada na Casa Rosada, sede do governo argentino, que contou com diversas autoridades dos dois países. Uma das decisões tomadas foi a criação de uma comissão que envolve o Ministério do Turismo e a Secretaria de Esportes dos dois países, além da AFA (Associação de Futebol Argentino) e a AUF (Associação Uruguaia de Futebol).
Desde então, o projeto está em andamento e já tem uma data para vir a público: 30 de agosto. Nesse dia, véspera do jogo entre Argentina e Uruguai, em Montevidéu, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2018, o presidente argentino, Mauricio Macri, ao lado de Messi, e o presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, ao lado de Suárez, farão a apresentação oficial da candidatura.
Nos bastidores, a empolgação é grande. Outro fator que argentinos e uruguaios enxergam como ponto a favor é que, em 2030, fará 100 anos que os dois países decidiram a primeira Copa do Mundo da história. Em 30 de julho de 1930, o Uruguai bateu a Argentina por 4x2 no Estádio Centenário, em Montevidéu, e se tornou o primeiro campeão mundial de futebol. O próprio presidente da FIFA, Gianni Infantino, já expressou apoio à candidatura conjunta quando ela veio a público ainda extraoficialmente no ano passado.
Vale lembrar que nem a sede do Mundial de 2026 está definida. Estados Unidos, Canadá e México, em uma tripla candidatura, duelam com o Marrocos. Já as duas que estão mais próximas foram escolhidas faz tempo: 2018 na Rússia, e 2022 no Qatar.



DAVID BECKHAM ASSINA ACORDO DE EXCLUSIVIDADE COM A KONAMI PARA O PES 2018

Pelo acordo, existirão cinco versões distintas do inglês em diferentes campanhas do modo myClub


Temos um novo ingrediente na disputa entre os dois principais games de futebol do mercado. A Konamianunciou na semana passada um acordo de exclusividade com David Beckham e terá o inglês 100% licenciado dentro do Pro Evolution Soccer.

Beckham será mais uma figura midiática presente no Legend dentro do modo myClub. Além dele, Romário e Diego Maradona também estarão presentes. Com o contrato firmado, nada do ex-jogador inglês no FUT Legends do FIFA 18.

Segundo a Konami, no PES 2018 existirão cinco versões distintas de Beckham que estarão disponíveis em diferentes campanhas do modo myClub. Elas representarão todas as fases da carreira do atleta, como o início no Manchester United até sua badalada presença no LA Galaxy da Major League Soccer.

O PES 2018 será lançado no dia 12 de setembro para PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360, Xbox One e PC.

Fonte: MKT Esportivo

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Mesmo com estatuto, São Paulo tem novo escândalo

Gerente de marketing foi demitido após acusações de desvios

O marketing do São Paulo foi envolvido em um novo caso de corrupção, menos de um ano depois de o clube mudar o estatuto para profissionalizar as diretorias. E o nome envolvido foi justamente de um gestor remunerado. O gerente de área Alan Cimerman foi demitido por justa causa após uma investigação liderada pelo diretor de comunicação, Marcio Aith.
Cimerman teria realizado um esquema de desvio de ingressos para o show do U2, que será realizado no Estádio do Morumbi. Os negócios também envolveriam a terceirização da venda de camarotes para a apresentação, além do aluguel da arena, que teria sofrido uma queda de valor para a apresentação da banda irlandesa.
Segundo o “Uol Esporte”, o agora ex-executivo assinou a demissão, mas, por meio de seu advogado, negou todas as acusações. O clube, por outro lado, já teria levado o caso à polícia.
O fato acontece dois anos depois dos escândalos que derrubaram Carlos Miguel Aidar da presidência do clube. Uma das acusações sofridas pelo ex-dirigente era de envolver uma namorada em negociações, com direito a uma suposta comissão no acordo com a Under Armour. O então vice-presidente de marketing também chegou a ser citado na época.
O caso foi fundamental para, no fim de 2016, o São Paulo mudar o estatuto, sob o mandato de Carlos Augusto de Barros e Silva. Um dos principais objetivos era tornar o clube mais profissional. Para isso, foi criado um conselho de administração e toda a diretoria passou a ser remunerada, em escala semelhante ao que acontece em alguns dos principais times do mundo. Foi esse conselho, por sinal, que realizou a investigação que levou à demissão de Alan Cimerman na última semana.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/mesmo-com-estatuto-sao-paulo-tem-novo-escandalo_33034.html#ixzz4q7OMYkcO

Com Corinthians, Spotify esquenta briga entre aplicativos

Empresa entra em segmento que já tem Deezer no Flamengo

Os aplicativos de música por streaming têm marcado território no futebol mundial e, no Brasil, não tem sido diferente. O Spotify, que já possui parceria com o Palmeiras, apresentará no próximo sábado, em Itaquera, um acordo com o Corinthians.
O Corinthians chegou a ter contrato com o Napster, concorrente direto do Spotify, em parceria anunciada no fim de 2015. No sábado, a companhia entrante usará a partida do time contra o Vitória para promover o novo acordo. A arena em Itaquera já está com os ingressos esgotados para o evento, com a equipe na defesa pela liderança do Campeonato Brasileiro.
Para anunciar a parceria com o Corinthians, o Spotify contará com a presença do cantor Péricles, que irá cantar o hino nacional antes da partida. Além disso, a empresa irá distribuir brindes ao público e dará fones de ouvido personalizado aos jogadores. Na camisa, haverá a hashtag #TimãoNoSpotify.
No benefício para os torcedores, a lógica segue o que tem sido feito pelas empresas do mesmo segmento no esporte: listas de músicas relacionadas aos assinantes torcedores. Para este primeiro momento, jogadores como Jadson, Cássio e Rodriguinho já passaram suas canções favoritas. O próprio Péricles deu suas sugestões para celebrar vitórias do time. Há também uma seleção com músicas que citam diretamente a equipe, com cantores como Rita Lee e Toquinho.
De origem sueca, o Spotify tem 140 milhões de usuários e é o líder de seu segmento, com 60 milhões de inscrições no modo pago. Além do Palmeiras, o Racing da Argentina tem parceria com a empresa. Curiosamente, o time enfrentará o Corinthians na Copa Sul-Americana. Ainda no esporte, a marca já esteve presente na Maratona do Rio de Janeiro.
Entre os times brasileiros, o primeiro a fazer a aposta foi o Napster, mas o acordo mais recente foi assinado pelo Deezer. A empresa fechou no início deste ano um contrato com o Flamengo, e até usou o cantor Wesley Safadão, que gravou uma música para o time, para divulgar a parceria.
O Deezer tem apostado com mais força no futebol, inclusive com contrato com dois dos mais ricos times do mundo. Barcelona e Manchester United anunciaram em 2016 parceria com a marca. Novamente, uma das atrações é acompanhar o que os jogadores têm ouvido, especialmente na chegada aos estádios.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/com-corinthians-spotify-esquenta-briga-entre-aplicativos_33033.html#ixzz4q7OEGlss

Coritiba fecha patrocínio pontual com empresa de impressão

Apoio valerá para partidas contra Santos e Vitória pelo Campeonato Brasileiro

O Coritiba fechou um patrocínio pontual com a Mimaki, multinacional japonesa do ramo de impressoras digitais e de recorte que atua no mercado brasileiro desde 2009, para os próximos dois jogos do clube no Campeonato Brasileiro, diante de Santos e Vitória.
As duas partidas serão no estádio Couto Pereira e estão marcadas para domingo (20) e a outra segunda-feira (28). A marca da Mimaki ficará estampada na barra da camisa verde e branca. Além da exposição no uniforme de jogo nos dois duelos, a empresa também terá direito a placas de divulgação distribuídas no Centro de Treinamento e também no estádio Couto Pereira pelo período de um ano.
“Será uma honra levar o nome da Mimaki na camisa alviverde, uma empresa de forte atuação, com princípios fortes e altamente significativa para o mercado brasileiro e internacional”, declarou o presidente do Coritiba, Rogério Portugal Bacellar, ao site do clube.
"Apoiar um grande time como o Coritiba é de grande satisfação para a Mimaki, em uma parceria que surgiu como uma grande oportunidade de negócios para a região, pois o Coritiba é o primeiro clube da Série A a ter um equipamento de impressão digital da Mimaki. Este projeto visa inovar a forma como eram produzidas as peças, hoje feitas em silk. Portanto, irá minimizar o custo de estoque de materiais, além de trazer uma melhor qualidade nas tonalidades que a impressão digital consegue com mais precisão”, afirmou Marcelo Dutra, supervisor comercial da Mimaki, também ao site do clube paranaense.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/coritiba-fecha-patrocinio-pontual-com-empresa-de-impressao_33030.html#ixzz4q7O3jsnX

Estados Unidos apresenta lista de 49 estádios para sediar Copa 2026

Candidatura conjunta com Canadá e México duela contra o Marrocos

Os brasileiros lembram-se com alegria da Copa do Mundo de 1994. Afinal, o tetracampeonato veio com Romário, Bebeto, Taffarel e companhia após 24 anos sem conquistas. Mas outro país também parece ter lembranças positivas daquele torneio: os Estados Unidos, que serviram de sede naquele ano e estão dispostos a qualquer coisa para fazerem o mesmo em 2026.
A nova cartada norte-americana, que dessa vez faz parte de uma candidatura conjunta com Canadá e México, é de que dispõe de 49 estádios em 44 cidades diferentes para sediar o Mundial. De acordo com os números divulgados pelo comitê responsável pela tripla candidatura, seriam 34 cidades (37 estádios) nos Estados Unidos, sete cidades (nove estádios) no Canadá e três cidades (três estádios) no México.
Outro fato acordado entre os países presentes na candidatura é de que, dos 80 jogos que serão disputados em 2026, 60 seriam em território norte-americano, incluindo todos a partir das quartas de final, enquanto Canadá e México ficariam com dez cada um. 
Para se ter uma ideia da força da candidatura, ela conta com o apoio de 31 das 32 franquias da NFL, que já colocaram seus estádios à disposição. A exceção é o Buffalo Bills.
A FIFA decidirá onde será disputada a Copa do Mundo de 2026 na véspera da abertura do Mundial de 2018, em 13 de junho do ano que vem. Estados Unidos, Canadá e México disputam com o Marrocos.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/estados-unidos-apresenta-lista-de-49-estadios-para-sediar-copa-2026_33023.html#ixzz4q7NZOrdm