Cabeçalho

Logotipo

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Campeonato Brasileiro: Querem correr com os pontos corridos

Televisão e empresas estudam mudar sistema de disputa do Campeonato Brasileiro por causa da audiência.

Há 11 anos o campeonato brasileiro é disputado sobre o regulamento dos pontos corridos, sistema já adotado a muito tempo pelos maiores campeonatos da Europa e que premia na sua maioria o verdadeiro melhor do campeonato.
Junto a isso, muito se fala sobre a queda a cada ano das audiências nas transmissões televisivas e também da media de publico nos estádios. E acreditam ao sistema de pontos corridos, com ausência de uma grande final e de alguns mata-mata, essa queda de audiência.
A televisão, que hoje detêm os direitos de transmissão e algumas grandes empresas patrocinadoras do futebol brasileiro, estão nos bastidores, tentando mudar o sistema do campeonato para a volta do mata-mata, pois acreditam que com isso, terão novamente picos de audiências que tanto sonham.
A questão é que mesmo com a ausência da grande finalíssima, e de alguns jogos mata-mata, as ultimas edições do campeonato brasileiro tem tido brigas homéricas para a chegada do campeão, para se classificar para a Libertadores e batalhas para escapar da degola.


Do ponto de vista econômico, talvez as empresas entendam que uma finalíssima ou uma oitava de final consiga atrair mais a atenção do consumidor e consequentemente para sua marca. Mas através de pesquisas é possível visualizar que mesmo sem mata-mata, as marcas que patrocinam o futebol são sempre as mais lembradas entre os consumidores, por estarem associadas a paixão que é o futebol.

Em termos de campeonato, sou e sempre serei favorável aos pontos corridos, onde você alem de premiar a melhor equipe do campeonato inteiro, ainda é possível ter disputas interessantíssimas no topo e na parte debaixo da tabela, com os concorrentes a Libertadores e a fuga dos rebaixados.  Com isso, o campeonato é disputado rodada a rodada, se tornando atraente para todas as esquipes.
Enfim, não é o sistema do campeonato que irá mudar a audiência e público nos estádios, mas sim toda a logística de horários, preços, acesso e segurança.
Mas isso já é papo para outra conversa.
Fonte: Site DeCanhota 

0 comentários :

Postar um comentário