Cabeçalho

Logotipo

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Futebol Brasileiro: O fundo do poço parece nunca chegar

Até quando a desorganização do futebol brasileiro irá manchar a história do país mais vitorioso das Copas?

Se já não bastasse o vexame na Copa do Mundo 2014, com a maior goleada sofrida pela seleção brasileira em sua história ou o decadente campeonato nacional, com jogos fraquíssimos e com estádios vazios, agora a seleção brasileira é descartada pela Ucrânia para um amistoso.

Antes do mundial a empresa Pitch, responsável por agenciar os amistosos da seleção brasileira, estava negociando com a federação de futebol da Ucrânia, a realização de um amistoso. O principal motivo da desistência foi o vexame proporcionado pela seleção canarinho em seu próprio mundial. Antes da Copa os valores para o amistoso giravam em torno de R$ 8 milhões, além de um adicional de U$ 250mil caso o Brasil fosse campeão.
Anos atrás a seleção brasileira descartava propostas de amistosos pela falta de espaço em seu calendário, algumas vezes utilizava essa grande demanda de jogos para se posicionar como uma seleção diferenciada no mundo, caso que aconteceu no amistoso Brasil e Haiti, o Jogo da Paz, realizado na cidade de Porto do Príncipe, no Haiti. Esse jogo recebeu a alcunha de Jogo da Paz pois o objetivo principal era iniciar uma campanha de desarmamento no Haiti, devido a grande guerra civil que acontecia no país caribenho. Esse jogo ganhou mídia mundial, mudando a imagem do futebol brasileiro, mostrando o poder do futebol do país de Pelé tinha nos países mais tensos do planeta.

 

A renovação precisa ser imediata, o país pentacampeão não pode perder sua reputação pela má organização de alguns. Nosso campeonato nacional anda de ladeira abaixo. Sem nenhum apelo para os torcedores, sem audiência da mídia. Daqui um tempo os anunciantes irão desistir do futebol nacional, então conheceremos o pior lado do futebol.
Mudar somente o técnico da seleção não irá ajudar em nada, precisamos mudar a mentalidade de quem dirige o nosso futebol, pois o país do futebol já deixamos de ser faz tempo.

Fonte: Site DeCanhota
 

0 comentários :

Postar um comentário