Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Pressionada, CBF marca para fevereiro o início do futebol em 2015

Entidade atende anseio de clubes, atletas e TV e marca para 7 de fevereiro primeiros jogos do ano

A pressão vinha de todos os lados: clubes, Globo, treinadores e jogadores. E a CBF deve ratificar, em reunião hoje na sede da entidade, o início dos jogos no futebol brasileiro em 2015 apenas para o mês de fevereiro. Provavelmente a rodada de abertura dos Estaduais será no dia 7 e 8, no primeiro final de semana do mês.
A mudança atende a uma exigência feita pelos atletas desde o ano passado, com a articulação do movimento Bom Senso FC. Os jogadores querem ter 30 dias de férias e outros 30 dias para a realização da pré-temporada. Assim, argumentam, terão melhores condições para se preparar para a temporada.
O projeto foi respaldado também pelos clubes e pela Globo. O mês de janeiro é um dos que tem os piores índices de audiência nos Estaduais e também na receita de bilheteria.
O diretor de competições da CBF, Virgílio Elíseo, não foi localizado para falar sobre as mudanças. Além dela, outras novidades devem ser anunciadas até o fim da semana pela entidade.
Elas são resultados de uma série de reuniões que acontecem na sede da CBF desde o início da semana, com a participação também da TV Globo e dos clubes. Na segunda-feira, os encontros foram com representantes dos clubes das Séries B. Ontem, com times das Séries C e D. Amanhã, será a vez de os 20 clubes da Série A participarem do encontro.
O debate entre os principais participantes da cadeia produtiva do futebol partiu de um pedido da Globo, que é hoje a maior investidora da modalidade, aportando cerca de R$ 1,5 bilhão ao ano nos direitos de TV de diferentes competições. Na visão da entidade, o produto a ser exibido para o torcedor precisa ser aprimorado. Do contrário, o futebol tende a perder espaço até mesmo na TV aberta.
Procurada, a entidade não comentou também as mudanças.
Fonte: Máquina do Esporte - UOL

0 comentários :

Postar um comentário