Cabeçalho

Logotipo

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Academia LANCE!: Torcedor e as competições no Brasil

Torcedor tem baixo interesse por competições nacionais, resultado da falta de um trabalho de marketing em sua promoção e valorização

A pesquisa Lance/Ibope fez uma série de questionamentos sobre diferentes aspectos relacionados às competições de futebol no Brasil. Informações como essas são fundamentais para compreender o que pensa o cliente de futebol, aquele em última instância consome produtos, gera audiência e desperta o interesse de marcas patrocinadoras.
Quando questionados sobre o calendário, um dos temas mais polêmicos da atualidade, 43% dos entrevistados defendem a manutenção do calendário atual, contra apenas 19% que defendem que o futebol brasileiro siga o calendário das principais ligas da Europa. Chama a atenção ainda o número alto de torcedores que acham o tema indiferente, com 17,5% e outros 20,5% não sabe opinar sobre o tema. Um dado significativo, já que 38% dos torcedores brasileiros não tem uma opinião formada sobre o assunto.
Um tema bastante preocupante é o grau de interesse dos torcedores pelas competições que seus times disputam. Em uma escala de 0 a 10, as notas mais elevadas ficaram com as duas principais competições nacionais, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, com uma nota de 6,4. Na sequencia apareceu a Libertadores da América com 6,3 e os Estaduais com 6,0.
Esse resultado mostra o desinteresse por nossas competições, já que todas apresentam um nível de promoção e divulgação abaixo da crítica. Para completar as Ligas Europeias bem como a Champions League estão cada vez mais presentes na vida dos brasileiros, com mais jogos transmitidos, grandes ídolos, times com forte apelo e uma promoção constante de seus jogos, especialmente os grandes clássicos.

Outro aspecto interessante foi o questionamento sobre o horário das partidas, realizadas às 21h50. Para 47% dos entrevistados esses jogos deveriam ser mais cedo, frente aos 35% que consideram o horário adequado, o que demonstra um certo equilíbrio nas respostas. Para 17% é indiferente ou não souberam responder.
Este equilíbrio também é demonstrado nas respostas se esse horário dos jogos de meio de semana afasta o torcedor dos estádios. Para 42% dos torcedores as partidas às 21h50 não impactam em menos público nos estádios, contra os 37% que acreditam que jogos muito tarde impactam em perda de público nos estádios. Outros 21% são indiferentes ou não souberam responder.
Esses dados sobre as competições demonstram que muitos torcedores ainda na tem uma opinião formada sobre diferentes temas, provavelmente por falta de informação ou até desinteresse.
Por outro lado os torcedores que sabem opinar sobre os temas estão bem divididos, provando que qualquer decisão sobre futuras alterações deve ser bem pensada e estudada.
Contudo, o que ficou claro é que o torcedor brasileiro tem baixo interesse por nossas competições, resultado de anos de falta de um trabalho de marketing em sua promoção e valorização.
Motivo mais que suficiente para alterarmos de forma urgente o cenário atual.

Leia mais no LANCENET!
http://www.lancenet.com.br/minuto/Academia-LANCE-Torcedor-competicoes-Brasil_0_1212478885.html#ixzz3DUqLuPtv
© 1997-2014 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

0 comentários :

Postar um comentário