Cabeçalho

Logotipo

sábado, 20 de setembro de 2014

Corinthians testa arquibancada sem cadeiras contra São Paulo

Clube retirará assentos para o clássico de domingo



A Arena Corinthians terá uma cara diferente no próximo domingo. O clube anunciou que irá retirar as cadeiras do setor norte, onde ficam as torcidas organizadas. No setor sul, a parte de visitantes também ficará sem os assentos.
O jogo será um teste do Corinthians com o 2º Batalhão de Polícia de Choque de São Paulo. Não haverá, nesse momento, um aumento na carga de ingressos. Serão cerca de 7 mil pessoas, como já acontece quando há cadeiras.  
A ideia é avaliar como a torcida irá se comportar, justamente em um jogo considerado de alto risco; o time enfrentará o rival São Paulo pela primeira vez na Arena Corinthians. Se tudo der certo, a tendência é que o local permaneça sem cadeiras.
A retirada das cadeiras foi um pedido das torcida organizadas, que preferem assistir aos jogos em pé. Entre os visitantes, o time evita vandalismos; contra o Palmeiras, no primeiro clássico da arena, uma série de cadeiras foi destruída pelos visitantes.
Em seu site oficial, o Corinthians lembra o exemplo do Borussia Dortmund para justificar a iniciativa. O clube alemão tem uma ampla área sem cadeira atrás de um dos gols do Signal Iduna Park. Os times do país costumam retirar os assentos para as organizadas e para os visitantes. Recentemente, o Bayer de Munique anunciou a ampliação do setor sem cadeiras no Allianz Arena.
No restante do estádio, o Corinthians tem tentado manter o respeito pelos lugares marcados. Quem compra antes o ingresso tem até o nome marcado no assento com um adesivo.
Entre as novas arenas do Brasil, apenas o Grêmio retirou as cadeiras do setor das organizadas. No início, houve problema causado pelo movimento de “avalanche”, comemoração típica da torcida do time. Foram instaladas barras para evitar complicações.

Original:
http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/corinthians-testa-arquibancada-sem-cadeiras-contra-sao-paulo_27148.html#ixzz3DpDRA5xE

0 comentários :

Postar um comentário