Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Academia LANCE! Violência das organizadas, o grande obstáculo ao entretenimento

A violência não é causada pelo torcedor comum e sim pelas organizadas, que tiram o clima seguro e familiar dos jogos de futebol

Segundo a pesquisa Lance/Ibope para 34,5% dos entrevistados a falta de segurança nos estádios é o principal motivo para o torcedor deixar de frequentar os jogos do seu clube de coração.
Entretanto, a violência não é causada pelo torcedor comum, aquele apaixonado pelo seu clube e sim pelas torcidas organizadas, responsáveis pela ausência de um clima seguro e familiar durante os jogos.
Para 66% dos entrevistados as torcidas organizadas são as responsáveis pela violência nos estádios, contra 8% dos torcedores comuns. Portanto não há a menor dúvida que esse grupo específico, presente em todo o Brasil é o único e verdadeiro responsável pelo clima bélico nos estádios brasileiros.
Os clubes sempre trataram as organizadas como torcedores preferenciais, com lugares especiais, ingressos subsidiados, transporte para partidas fora de casa, entre tantas benesses. E o que receberam em troca? Esse clima violento, uso indevido das marcas das entidades, agressão a jogadores e a outros torcedores, punições esportivas e administrativas.
Quando questionados sobre a sensação de insegurança para assistir a uma partida de futebol no Brasil as respostas são contundentes. A grande maioria dos torcedores afirma sentir grande insegurança tanto indo sozinho, com 31% das respostas, com a família, 24% e com amigos, com 23%.
Em uma nota de 0 a 10, sendo 0 nada seguro e 10 muito seguro, os torcedores consideram que ir a uma partida de futebol no Brasil sozinho é a que apresenta o maior clima de insegurança atualmente, com nota 3,2, seguido de acompanhado da família com 4,5 e com amigos 4,7. Em resumo ir a uma partida de futebol é uma atividade nada segura, pelo menos na percepção dos verdadeiros torcedores.
Outro aspecto apontado claramente pelo torcedor é a atuação da polícia, já que para 47,5% dos entrevistados a atuação das forças policiais nos jogos é ineficiente, frente aos 44,5% que consideram eficientes e 8% que não souberam responder.
Para 53,5% dos torcedores a polícia comete abusos contra 36,5% que acreditam que os policiais nos estádios não cometem abusos e 10% não souberem opinar.
Os dados apenas demonstram de forma clara que caso queiramos atrair famílias e principalmente lotar nossos estádios é necessário encarar e resolve definitivamente os problemas causados pelas torcidas organizadas e acabar com o clima de insegurança do futebol brasileiro.
Atualmente temos modernas arenas, mas isso não fez com que o clima se alterasse. Pelo contrário, clubes como o Corinthians, por exemplo, retiraram as cadeiras de sua novíssima arena no local destinado às organizadas, mostrando como esse e tantos outros clubes são reféns desses pseudo torcedores.
Tivemos uma linda Copa do Mundo, com mais de 3,4 milhões de torcedores nas arenas e praticamente nenhum caso grave de violência. E com a ausência das torcidas organizadas nos 64 jogos.
Deveríamos aproveitar esse exemplo para criar um novo ambiente no futebol brasileiro, livre de violência e insegurança, transformando o futebol no Brasil em uma verdadeira atividade de entretenimento.

Leia mais no LANCENET!
http://www.lancenet.com.br/minuto/Academia-LANCE-Violencia-organizadas-entretenimento_0_1222077870.html#ixzz3EvdNWDFk
© 1997-2014 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

0 comentários :

Postar um comentário