Cabeçalho

Logotipo

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Barcelona estuda mudança de patrocínios

Clube quer mais dinheiro de Nike, e pode tirar Qatar Airways de camisa


Nos próximos meses, o Barcelona irá renegociar seus contratos de TV, além dos patrocínios com Nike e Qatar Airways. O anúncio foi feito no fim de semana pelo presidente Josep Maria Bartolomeu, durante assembleia do clube.
A equipe da Catalunha negocia com duas operadoras de telefonia, Movistar e Mediapro, um novo contrato e tudo aponta que a primeira empresa deve ser a vencedora. Segundo fontes da diretoria, o clube poderia conseguir € 200 milhões por ano nas próximas cinco temporadas.
“Temos que seguir consolidando o modelo econômico. Fechamos o último exercício com € 41 milhões de lucro, € 113 milhões acumulados em quatro anos. Além disso, a redução da dívida foi fundamental: € 144 milhões em quatro anos”, afirmou Bartolomeu, em entrevista ao diário “La Vanguardia”.
O dirigente admitiu que o Barcelona luta precisa de mais arrecadação porque possui objetivos a curto, médio e longo prazo.
O segundo contrato a renegociar é com a Nike, com quem o clube mantém uma longa relação. A equipe catalã recebe € 30 milhões anuais, uma cifra considerada hoje baixa por conta do aumento de aportes obtidos por outros clubes. A Adidas, por exemplo, fez oferta de € 940 milhões para que o Manchester United usasse as três listras pelos próximos dez anos. Por conta disso, o Barcelona quer mais.
Outra mudança na agremiação pode vir no patrocínio de camisa. O clube mantém, por ora, a Qatar Airways estampada no uniforme. Mas isso pode mudar em breve.
Outro desafio para os próximos anos será a reforma do Camp Nou e um ginásio para o basquete. “É um projeto único no mundo”, exalta Bartolomeu.
Será convocado um concurso entre diferentes escritórios de arquitetura do mundo. E, na próxima assembleia dos dirigentes, em 2015, o clube irá divulgar quem ficará com o projeto do estádio e do ginásio.
Um projeto que representará uma mudança e tanto para um clube que conta hoje com 153.458 sócios. “O Barça é um fenômeno social global. Nossa informação tem que ser transparente e muito ativa. Somos líderes nas redes sociais: Facebook, Twitter, Google+ e Instagram. No total, são 150 milhões de seguidores”, afirmou o cartola.

Original:
http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/barcelona-estuda-mudanca-de-patrocinios_27299.html#ixzz3GhTA7cme

0 comentários :

Postar um comentário