Cabeçalho

Logotipo

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

FUTEBOL: Sorte ou Talento?

Por: Ciro Almeida

O futebol é um esporte fascinante, que tem um poder passional, um domínio sobrenatural, que penetra no âmago da alma, no centro das nossas emoções. Ele é quem acaba norteando as nossas quartas e domingos.

Choramos, sorrimos, amamos, sofremos, vivemos desde que nascemos.
Mas existe um ponto bem intrigante, mas muita das vezes imperceptíveis aos nossos olhos hipnotizados.
O FUTEBOL é sorte ou talento?
Depois de examinar livros, estatísticas e scoutings renomados, pude então concluir, que o futebol é 50% sorte e 50% talento.
Embasado em resultados de milhares de partidas de todos os continentes, foi descoberto que 50% dos gols e 50% dos resultados, não são provenientes de habilidade e talento, e sim, única e exclusivamente do fator SORTE.
Por exemplo, em uma partida da Premier League de 2010, o Chelsea teve 25 finalizações, contra apenas uma do seu adversário, sabe quanto foi o jogo? O Chelsea perdeu de 1 x 0.
E isso não é exclusividade apenas do Chelsea, isso ocorre quase que diariamente em todos os jogos disputados no universo do futebol.
Quantas vezes nos deparamos com chutes sem direção, desviando e entrando, bate- rebates bisonhos terminados em gol, bolas que batem na trave no goleiro e acabam abrindo o placar.
Daí vem à pergunta, então porque gastar milhões de reais para se ter os melhores jogadores, os melhores treinadores, se no final o que quase predomina é a sorte?
Os números não são interpretáveis, a matemática é uma ciência exata, os números falam por si só.
51% das vezes o favorito vence, restando 49% para a inexplicável sorte.
Santos x Ituano, final do campeonato paulista de 2013, Santos com um time melhor, um treinador vencedor, uma estrutura admirável e mesmo assim perdeu para o incomparável Ituano.
O futebol é isso, estocástico, uma contínua incógnita, e que nem sempre o melhor ganha.
Por isso o futebol arrasta multidões.
Por isso é tão apaixonante, tão visto, tão empolgante e tão improvável.
Por isso movimenta valores astronômicos em todo o mundo e recruta novos seguidores ano a ano.
No futebol só temos uma única e glamorosa certeza, que é a desconfiada incerteza do resultado final, depois dos 90 minutos.
Fonte: Livro” os números do jogo” de Chris Anderson e David Sally

0 comentários :

Postar um comentário