Cabeçalho

Logotipo

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Para preservar patrocinador master, Premier League veta pedido de Manchester United


Burlar o Fair Play Financeiro, nem que para isso o uniforme se aproxime de um macacão da F1 (ou dos clubes brasileiros). Foi pensando nisso que o Manchester United solicitou à Premier League a possibilidade de adicionar um patrocinador na barra traseira de sua camisa.
Em 2011, os Red Devils foram os primeiros a fechar um patrocínio exclusivamente para os uniformes de treino, como era o caso da DHL e agora ocupado por outra seguradora, a AON. Um novo local para exposição, segundo a imprensa inglesa, foi rejeitado pelas outras 19 equipes que compõe a elite do futebol inglês.
Sob as normas da Football Association, é proibido a exposição de marcas na parte traseira da camisa em partidas da Premier League, exceção feita a duas competições no país: FA Cup e League Cup. De acordo com a liga, evitar novas marcas no uniforme mantém a tradição do futebol local e preserva o impacto do patrocinador master, no caso do United, a recém-chegada Chevrolet.

 
 
Clube com a maior quantidade de parceiros comerciais regionais, parece que a ideia do Manchester de “abrasileirar” seu uniforme não será aceita na Inglaterra, o que força suas equipes a expandirem ainda mais suas marcas e optarem por novas fontes de receitas que fujam da camisa.
Fonte: MKT Esportivo

0 comentários :

Postar um comentário