Cabeçalho

Logotipo

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Liverpool dobra cadeiras corporativas e quer arrecadar até R$ 81 mi a mais com novo Anfield

Clube quer subir arrecadação de estádio em £ 20 milhões por temporada



O Liverpool irá dobrar o número de cadeiras destinadas aos patrocinadores após finalizar a reforma do estádio de Anfield. As obras começam nesta segunda-feira. 
Com o aumento das cadeiras corporativas, a expectativa dos dirigentes é que consiga até R$ 80,9 milhões a mais por temporada com o estádio. O custo da obra, que será financiada pelo Fenway Sports Group, dono do clube, é de cerca de R$ 461 milhões. A previsão é que o empréstimo seja quitado em até cinco anos e meio.
Após o fim das reformas, a capacidade do estádio será ampliada em 20 mil assentos. O aumento do número de cadeiras destinadas aos parceiros comerciais gerou polêmica no Liverpool por conta do recente aumento do preço dos ingressos. “Não acho que um clube na Inglaterra pode se dar ao luxo de gastar dinheiro com uma nova arquibancada sem pensar na hospitalidade corporativa”, defendeu Ian Ayre, diretor-executivo do Liverpool.
O Liverpool arrecadou £ 45 milhões de libras com Anfield na temporada passada. Seus principais adversários exibem números bem maiores. O Manchester United faturou £ 109 milhões, seguido por Arsenal (£ 93 milhões) e Chelsea (£ 71 milhões). Segundo os dirigentes, o clube prevê aumento de £ 20 milhões na arrecadação a partir da inauguração das novas arquibancadas.
Apesar das reclamações, Ayre afirma que a proporção de arquibancadas para os patrocinadores em relação ao público em geral seguirá semelhante. “As pessoas costumam apontar para o público das cadeiras corporativas para dizer que eles não torcem pelo time. A verdade é que eles trazem uma enorme contribuição ao clube para manter o preço dos ingressos no nível atual. Sem eles, a receita seria muito menor.”
Outra fonte de arrecadação será a negociação dos naming rights das novas arquibancadas. O clube projeta que o parceiro principal irá pagar £ 10 milhões por um contrato de longo prazo.
Durante as obras, haverá uma interdição mínima em Anfield. A construção será feita atrás da arquibancada já existente e, só então, haverá a ligação entre as duas estruturas. Apesar da ampliação, Anfield ainda não irá se qualificar para grandes eventos, como a final da Liga dos Campeões por causa do tamanho do campo.

Original:
http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/liverpool-dobra-cadeiras-corporativas-e-quer-arrecadar-ate-r-81-mi-mais-com-novo-anfield_27548.html#ixzz3LJ4Yb7jv

0 comentários :

Postar um comentário