Cabeçalho

Logotipo

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Marcos se transforma em escudo anticrise do Palmeiras

Em ano ruim o campo, ex-goleiro paga "mico" para contentar torcedores

 
É difícil ver um evento do Palmeiras que não conte com a figura de Marcos. Com um ano de crise, não há no elenco do time alguém que atraia multidões, mas o ex-goleiro é uma carta certa. Simpático e ídolo, ele já participou das mais diferentes ações.
Na última semana, mais uma prova de que deve ser difícil ouvir um não de Marcos; ele tem topado até ações pra lá de vergonhosas. Pela Academia Store, a loja oficial do Palmeiras, ele se fantasiou de Papai Noel para divulgar uma promoção que sorteará uma viagem à Itália.
O vídeo foi para as redes sociais das lojas do Palmeiras, mas, para chamar os torcedores, Marcos já avisa: “Não estou pagando esse mico à toa!”.
Recentemente, o ex-goleiro, em outro evento com a Academia Store, chegou a participar de um churrasco com torcedores. Foram 20 clientes sorteados em uma ação chamada de “Churras com o Marcão”.
No caso da loja oficial, o ex-goleiro tem um contrato com a Meltex, que administra as franquias, em troca de uma linha de produtos com o seu nome. Mas esse não é o único contrato assinado entre Marcos e Palmeiras. O próprio clube mantém um acordo de uso de imagem com o ídolo palmeirense, mesma linha seguida pela WTorre, gestora do Allianz Parque.
Até patrocinadores do time resolveram usar esse apelo. No centenário do clube, a TIM fez homenagens ao Palmeiras em pontos de venda. Na loja do shopping Eldorado, em São Paulo, lá estava Marcos para se relacionar com clientes. O contrato foi pontual para a ocasião.
Durante a Copa do Mundo, o ex-jogador também foi usado por empresas. A Magazine Luiza fez comercial com Marcos, e a MasterCard o usou em ações de relacionamento. Até uma empresa de robôs de limpeza doméstica tirou uma casquinha com o ídolo do Palmeiras.

Original:
http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/marcos-se-transforma-em-escudo-anticrise-do-palmeiras_27591.html#ixzz3M3QXAfYp

0 comentários :

Postar um comentário