Cabeçalho

Logotipo

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

'Isso não é novidade para nós', diz presidente do Red Bull Brasil sobre polêmica na TV

Nome do time foi abreviado para RB Brasil durante a transmissão do amistoso realizado no último domingo contra o Palmeiras


A polêmica envolvendo a não divulgação de marcas proprietárias de times e arenas esportivas voltou à tona no último domingo após o nome do time Red Bull Brasil ser abreviado para RB Brasil durante as transmissões do amistoso contra o Palmeiras. O L! conversou com o presidente da equipe, Rodolfo Kussarev, que afirmou que a companhia também lida com o mesmo tipo de problema na Áustria, onde a marca é citada nas transmissões do torneio nacional mas não nas ligas europeias.
Como a empresa lidou com o fato da equipe ser chamada por RB Brasil?
Isso não é novo para nós. Aqui no Brasil também ocorre com a equipe de Fórmula 1. Cada meio de comunicação tem a sua filosofia e não há muito o que fazer.

A empresa tem atuado para que o nome do time seja citado nas transmissões?
Nossa posição é simples: respeitamos as leis e regulamentos de cada país. Na Áustria, por exemplo, nosso time (FC Red Bull Salzburg) é chamado de Red Bull no torneio nacional mas na Liga Europa e na Champions League ele passa a ser FC Salzburg. São regulamentos diferentes e temos que acatar.

Mas nas regras dos torneios no Brasil não há nenhuma restrição em relação a isso?
Exato, assim como ocorre nos EUA, onde não há restrições e nosso time é chamado de Red  Bull New York. Aqui também não há, mas é uma posição da empresa que detém os direitos.

Leia mais no LANCENET!
http://www.lancenet.com.br/minuto/presidente-Red-Bull-Brasil-transmissao_0_1293470736.html#ixzz3QCtG9Pil
© 1997-2015 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

0 comentários :

Postar um comentário