Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 18 de março de 2015

Cruzeiro passa a mensurar retorno de parceiros em redes sociais

Em parceria com Ibope Repucom, clube usa ferramenta para medir retorno da empresas no ambiente online

O Cruzeiro se tornou o primeiro clube do país a mensurar quanto está dando de retorno para seus patrocinadores nas redes sociais.
O clube contratou o serviço do Ibope Repucom para medir retorno de exposição no Facebook, Twitter e YouTube. O resultado de novembro de 2014 é avaliado em R$ 2,5 milhões de exposição.
A nova ferramenta, chamada de SM ROE, calcula o quanto cada marca consegue de retorno com o investimento em redes sociais.
“É possível identificar impacto, engajamento, retorno financeiro - tanto das exposições das marcas quanto da menção em texto dos patrocinadores - e os melhores formatos das ações”, diz José Colagrossi, diretor do instituto.
Dez parceiros do clube estiveram na lista avaliada: Alpi Medic, Angá Prev, Banco BMG, Brahma, Gatorade, Guaramix, Olympikus, Supermercados BH e TIM, além do programa de sócio-torcedor.
O Twitter foi a ferramenta mais utilizada, mas o maior retorno esteve no Facebook, que alcançou o valor de R$ 1,9 milhão (76%).
Os números ficam mais baixos, no entanto, caso seja considerada a metodologia chamada de Índice de Qualidade. Nesse caso, entram na avaliação a qualidade e o alcance dos posts. Nessas condições, o retorno foi menos expressivo, abaixo de R$ 1 mi.
Entre as marcas, o destaque ficou com o banco BMG, que até a última temporada era o patrocinador máster do Cruzeiro, com o espaço mais nobre na camisa.
Considerando o retorno de mídia, sem o Índice de Qualidade, o banco teve R$ 661 mil só no Facebook, seguido por Olympikus (R$ 519 mil) e Guaraná Mix (R$ 350 mil). Somados, os outros parceiros tiveram exposição bem mais modesta: R$ 329 mil de retorno.
Veja os números nos quadros abaixo:

0 comentários :

Postar um comentário