Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 6 de maio de 2015

A importância da Gestão de Imagem e o Mídia Training para Atletas nos dias atuais

Por Flávia Machado


Com o advento da web 2.0 e todo dinamismo e poder que envolvem as redes sociais, é notório que o cuidado com a imagem é fundamental para um atleta, sobretudo aqueles de renome, que atraem mídia e despertam a curiosidade do público. Por isso, o cuidado e a responsabilidade com tudo o que for divulgado nas redes sociais pelo profissional do esporte são de suma importância. É necessário que o atleta tenha uma equipe capaz e preparada para orientá-lo da melhor maneira possível – em todos os aspectos - e assessorá-lo com eficiência, a fim de que sua imagem não seja mal veiculada, ora por algum comentário feito em determinada rede social, ora por alguma postagem realizada em momento inoportuno, entre outros fatores.
Compreendendo a necessidade do mercado esportivo de se obter estes tipos de profissionais – gestor de imagem e media training de atletas – e que cada vez mais eles sejam capacitados e aprimorados, o presente artigo destaca sua equivalência no âmbito esportivo, elucidando toda a sua importância no que diz respeito à carreira do atleta, além de ratificar a existência deste novo nicho no mercado do esporte mundial. A pessoa responsável pelo gerenciamento da imagem nas redes sociais de determinado atleta (seu cliente), tem como missão estudá-lo de modo personalizado, para então, direcionar uma estratégia para otimizar sua marca pessoal na esfera online e, consequentemente, offline.
Já o profissional de media training foca no desenvolvimento das aptidões comunicacionais do seu cliente-atleta. Prepara o indivíduo para se comunicar com a imprensa, na frente das câmeras, ensina a se portar, como falar, o que se deve fazer após uma conquista e também uma derrota, como lidar com a mídia, o momento certo de se expor e/ou expor a marca que o patrocina, entre outras atividades. O media training também pode ser considerado como uma espécie de Coach. Por isso, é importante sinalizar que o gestor de imagem e o profissional de media training são tipos de trabalho que se diferem, porém se complementam. É mais do que essencial nos dias atuais que um esportista de alto rendimento, jogadores de futebol renomados e atletas importantes do meio olímpico possuam estes tipos de “cuidadores” de sua imagem, que possam potencializá-los e orientá-los no âmbito esportivo e social de uma forma universal.
Tendo por base que o principal objetivo do coaching é liberar o potencial de uma pessoa a fim de elevar ao máximo sua performance, não propriamente ensinando, mas sim, dando total suporte para o indivíduo aprender, logo, é possível se aferir que tanto um media training quanto um gestor de imagem precisam ser também bons coachs, construindo no atleta a consciência necessária e a responsabilidade intrínseca, essenciais para o sucesso do mesmo. Criar consciência no atleta é fazer com que ele saiba o que está ocorrendo ao seu redor. Já a construção de responsabilidade nele, é quando o indivíduo aceita, assume a carga por seus pensamentos e atitudes, fazendo com que o seu comprometimento seja maximizado, e por consequência, a sua performance também.
Com o crescimento do mercado esportivo brasileiro, principalmente no que se refere à gestão de carreiras, publicidade e marketing, o qual uma série de oportunidades estão surgindo e vários nichos de mercado aparecendo, este artigo propõem o estudo minucioso da carreira do cliente-atleta, buscando a melhor maneira de gerenciá-lo nas redes sociais e dando total suporte para que a comunicação com o seu público seja ampla, direta e transparente. Percebendo este gap no mercado, o desafio dos gestores de imagem e coachs de atletas é explorar as atividades destes profissionais, pontuando suas equivalências e encargos, seus prós e contras, suas missões e naturezas. Com todo o dinamismo do mundo globalizado e altamente conectado em que vive a sociedade atual, é crucial para um atleta de alto nível ser bem assessorado e ter sua carreira bem gerenciada por profissionais preparados e inteligentes. Não basta apenas o talento e a técnica do esportista. É preciso que toda a sua equipe de gestores também as possua.

0 comentários :

Postar um comentário