Cabeçalho

Logotipo

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Maior patrocinadora do futebol alemão, Volkswagen tem carta branca da Bundesliga



O MKT Esportivo divulgou recentemente uma nova polêmica que agitou o futebol alemão recentemente. O FC Ingolstadt, comandado pela Audi, subiu para a Bundesliga 2015/2016 e reabriu a discussão a respeito da participação de empresas na gestão dos clubes.
Mas há uma gigante que, mesmo com diversos clubes em seu portfólio, mantém intocável sua forte presença na modalidade do país. Hoje, a Volkswagen é uma das maiores patrocinadores do futebol alemão. Dona do VfL Wolfsburg, entre carro oficial, naming rights e máster, a montadora é parceira de Werder Bremen, Schalke 04, Hannover (Audi) e Hamburgo. Além disso, através da Audi, marca do Grupo Volkswagen, possui 8.9% das ações do Bayern de Munique. Já na segunda divisão, outras seis equipes.
Na Alemanha, esta ampla presença da Volks coloca em dúvida se há participação ativa da empresa no resultado de partidas e transferências envolvendo duas de suas equipes. O caso mais emblemático citado é a ida do volante brasileiro Luiz Gustavo, ex-Wolsfburg, para o Bayern em 2013. Por outro lado, a montadora se posiciona declarando que o futebol tem um alto custo para que esteja semanalmente no programa de entretenimento do torcedor e por isso seguirá com seus investimentos.


Para coibir possíveis armações de resultados e jogos de interesses, a DFL (Deutschen Fußball-Bund) criou um grupo para regulamentar o patrocínio ao futebol do país. Mas adivinhem? A primeira proposta enviada pelos seus representantes limitava o patrocínio à no máximo três clubes por empresas e não incluía apenas a Volkswagen no veto (!).
Fato é que o grande objetivo da marca por trás deste investimento pesado no esporte foi conquistado no início deste ano. A Volkswagen desbancou a Toyota e se tornou a maior montadora do mundo, com uma participação de mercado de 11.5%, contra 11.4% da japonesa. Se há alguém que não tem interesse nenhum em frear o crescimento da marca alemã é a própria Alemanha.

Fonte: MKT Esportivo

0 comentários :

Postar um comentário