Cabeçalho

Logotipo

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

FLAMENGO EM BRASÍLIA: MUITO ALÉM DOS 90 MINUTOS

Clube arrecada com bilheteria, aumenta vendas de sua loja na região e promove encontro de torcedores


O Flamengo bateu recorde no Brasileirão 2015 na noite de ontem ao jogar para um público de 67 mil pessoas no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A passagem do clube pelo Distrito Federal foi acompanhada de ações de marketing com os fãs locais e uma rentabilidade em venda de produtos e bilheteria.

Segundo o jornalista Rodrigo Capelo, a loja rubro-negra teve um aumento de 200% em vendas de produtos, principalmente dos uniformes e 1 e 2. Já nos ingressos, o Fla recebeu um fixo de R$ 1 milhão, mais uma participação de R$ 500 mil em relação a carga de ingressos vendidos.

Agora, após o sucesso em Brasília, o Flamengo já confirmou que irá disputar um amistoso no Espírito Santo, outra região onde há forte demanda por parte de seus torcedores. Será, enfim, um “ataque” flamenguista  às regiões comercialmente atrativas ao clube?

Há alguns anos, os clubes brasileiros iniciaram este processo de excursão pelo país, buscando impactar também fãs que estão em regiões distantes da sua. Por ora, mandar partidas nos novos estádios frutos da Copa do Mundo 2014, por exemplo, acabam por ser o principal canal para esta aproximação. Entretanto, no cenário ideal, este “diálogo” deveria ser constante.


No caso do amistoso do Flamengo no Espírito Santo, o clube retorna ao estado após DEZENOVE anos. Um hiato que deveria ser muito menor ciente do potencial que há no estado. Os programas de sócio-torcedor e as redes sociais são pilares fundamentais para um relacionamento contínuo. Afinal, não se pode dar por satisfeito apenas por conseguir um estádio lotado e limitar-se aos 90 minutos.

Isso passa, naturalmente, por ações de marketing, por ofertar produtos e serviços onde há interesse. Se há torcedor, há demanda. Se há demanda, ela deve ser suprida. E suprida com excelência, já que o próprioFlamengo se desculpou pelos transtornos na troca de ingressos.  Por outro lado, sócios-torcedores de Brasília puderam ir ao hotel onde o clube estava hospedado e foram recebidos pelos jogadores.

Pouco valorizada no futebol brasileiro, as pesquisas de mercado são fundamentais para fazer um mapeamento de mercado e auxiliar os clubes a descobrirem regiões potencialmente atrativas e ainda inexploradas. O Flamengo sanou um desejo do seu torcedor de Brasília e terá como retorno não somente o quesito financeiro, mas trará na bagagem uma infinidade de clientes satisfeitos.

O resultado em campo não veio, mas certamente no coração de muitos flamenguistas que estiveram no Mané Garrincha, talvez ele foi o que menos importou. No placar, uma goleada de experiência que ele levará por muitos anos.

Fonte: MKT Esportivo

0 comentários :

Postar um comentário