Cabeçalho

Logotipo

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

CORINTHIANS CAMPEÃO BRASILEIRO E O DILEMA DOS ATUAIS PATROCINADORES

Maioria dos atuais parceiros do clube têm contrato apenas até dezembro deste ano. Em 2016, a tendência é que tenha mais exposição


O Corinthians sagrou-se campeão brasileiro com três rodadas de antecedência. Patrocinar um clube, naturalmente, abre espaço para que as marcas aproveitem o investimento para ativar os seus acordos com um verdadeiro campeão, aquele que entregou o objetivo da empresa que era de ter uma grande exposição e se aliar a uma imagem vencedora.
Durante a semana falamos sobre a possível chegada de dois novos patrocinadores para 2016, um deles para ocupar a vaga da 99Taxis. Há indefinição ainda em relação a sequência de praticamente todas as parceiras do Corinthians, exceção feita a Special Dog, que na matéria destacamos sua manutenção para o próximo ano.
Você pode pensar que não há motivos para não renovar com o atual campeão brasileiro, uma vez que a tendência na próxima temporada é que ele tenha ainda mais exposição com a disputa da Copa Bridgestone Libertadores. Mas vale ressaltar que, em um contrato de uma temporada, como o da 99Taxis, por exemplo, o objetivo foi alcançado e a camisa estará valorizada no momento de discutir a renovação. O mesmo se aplica a Caixa e Tim, que podem dar por satisfeitas e seguir novos rumos a partir do próximo ano.
Naturalmente, por uma questão de planejamento, todas elas já tem o futuro definido, mas um título nacional e os reflexos de exposição que ele trará em 2016 certamente faz pairar uma dúvida em relação a continuidade. O Corinthians entregou o resultado que todas almejavam e talvez por este motivo já tenha fechado com novas empresas.
Hoje, só as resta aproveitar a oportunidade e embarcar no marketing de oportunidade. Curiosamente, e isso escancara o posicionamento das marcas dentro do patrocínio esportivo, as parceiras que não figuram na camisa que ativaram rapidamente a conquista, como a Brahma e a Gatorade.
Para as demais, até 31 de dezembro (ou fevereiro, para a Caixa), a vitrine estará garantida.
Fonte: MKT Esportivo

0 comentários :

Postar um comentário