Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Caixa oficializa patrocínio a Atlético-MG e Cruzeiro por R$ 12,5 milhões

Lista divulgada pelo banco estatal não inclui o América-MG, que também negociava o patrocínio

O Diário Oficial da União divulgou nesta terça-feira (19) a lista de patrocínios da Caixa Econômica Federal no futebol em 2016. Entre os clubes citados estão Atlético-MG e Cruzeiro, que negociavam com o banco estatal desde o fim do ano passado para o aporte nesta temporada.
Os dois clubes receberão R$ 12,5 milhões neste ano e, agora, irão realocar os patrocínios máster de MRV Engenharia e Supermercados BH, respectivamente, na disposição dos uniformes.
O acordo já tinha sido confirmado por Gilvan de Pinho Tavares, presidente do Cruzeiro, no início do mês. O valor declarado pelo mandatário cruzeirense, contudo, era superior ao divulgado pela Caixa. Apesar de tratar a negociação com cautela, o Atlético também já dava como certo o novo patrocínio.
No último dia 6 de janeiro, o clube alvinegro rompeu o acordo que tinha em vigência com a Cemil, que ocupava as omoplatas, para ceder toda a área nobre de seu uniforme à Caixa. A empresa de leites mineira, à época, afirmou que o fim do contrato tinha sido imposto pela Dry World, nova fornecedora de material esportivo do clube. Segundo a Máquina do Esporteapurou, contudo, foi a Caixa quem pediu o espaço.
Na lista divulgada pela Caixa nesta terça-feira não aparece o América-MG, que também negocia com o banco, mas vê problemas no valor a ser recebido. “Não sei se iremos fechar com a Caixa. Se acontecer, só se for para pagar bem. Se vierem com 'migalhas', não aceitaremos, só agradeceremos a oportunidade”, disse Alencar da Silveira Júnior, um dos presidentes do Coelho, no fim da semana passada ao jornal Hoje em Dia.
Além da dupla mineira, a Caixa confirmou a renovação com os rivais paranaenses - Atlético-PR e Coritiba - por R$ 6 milhões, mesmo valor a ser recebido por Vitória e Sport no Nordeste. Chapecoense e Figueirense ficarão com R$ 4 milhões. Na Série B, o banco patrocinará o CRB por R$ 1 milhão.
O Corinthians segue em processo de renovação. O contrato, válido até o fim de janeiro, gira em torno de R$ 30 milhões.



0 comentários :

Postar um comentário