Cabeçalho

Logotipo

segunda-feira, 14 de março de 2016

Flamengo e Fluminense se unem por clássico histórico em SP

Pacaembu será sede de Fla-Flu histórico na capital paulista, mas válido pelo Estadual do Rio

Na última sexta-feira, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) deu a autorização para que o clássico carioca entre Flamengo e Fluminense fosse realizado no estádio do Pacaembu, em São Paulo. Imediatamente após a notícia, os dois clubes passaram a se preparar para fazer um jogo “histórico” na capital paulista.
Neste primeiro momento de organização, os clubes preferiram não passar detalhes das ações pensadas para a partida. Mas, segundo a Máquina do Esporte apurou, a realização do evento será feita em conjunto entre as diretorias de marketing dos dois times. Portanto, mesmo com o mando do Flamengo, o estádio paulista deverá ser dividido entre as duas torcidas.
E a organização não será cedida a um terceiro. Em partidas recentes realizadas em Brasília ou em Cuiabá, foi comum que uma agência “comprasse” o mando do time, com um valor fixo em troca da bilheteria total. Esse não será o caso do Fla-Flu. Serão os clubes, por exemplo, que determinarão o valor do ingresso cobrado.
A notícia divulgada pela Ferj certamente foi um alívio para os cariocas. Com o Maracanã e o Engenhão fechados para os Jogos Olímpicos, os times do Rio de Janeiro têm sofrido com baixos públicos nos estádios alternativos no Estado. Até o momento, o único jogo que excedeu 14 mil pagantes foi justamente o Fla-Flu, realizado em Brasília.  
A Ferj, no entanto, já havia demonstrado resistências em tirar partidas do Estado. Pela Primeira Liga, o Flamengo teve entreveros públicos com a federação para passar a partida contra o Figueirense para Brasília.
Flamengo e Fluminense fazem um dos mais tradicionais clássicos do futebol brasileiro, e o Fla-Flu é um dos símbolos do Rio de Janeiro, o que torna o encontro no Pacaembu, a mais tradicional arena paulistana, bastante peculiar. O jogo será no dia 20 de março, válido pela Taça Guanabara. 




0 comentários :

Postar um comentário