Cabeçalho

Logotipo

terça-feira, 8 de março de 2016

Grêmio tenta furar fracassos com aplicativo oficial

Clube busca romper a barreira do fiasco de aplicativos de clubes brasileiros lançando novidades em seu serviço oficial


O Grêmio anunciou na sexta-feira algumas novidades para o seu aplicativo oficial. O clube é mais um no Brasil que tenta fazer com que a ferramenta se torne um sucesso entre os torcedores. Até o momento, não há nenhuma grande exceção entre as equipes nacionais: todas mantêm resultados tímidos. Agora, o tricolor gaúcho espera ter mais êxito com mais conteúdos e novos acessos.
A principal novidade do aplicativo gremista é a possibilidade de o torcedor se tornar sócios do clube pelo programa para celular. O plano é popularizar a ferramenta e torna-la mais um canal para conseguir novos membros no programa de sócio-torcedor, que, segundo o Movimento por um Futebol Melhor, possui 90 mil membros.
O objetivo do clube é aproveitar o gosto dos torcedores pelo meio online. “Atualmente, 58% dos gremistas interagem com o ambiente digital”, afirmou o executivo de marketing do Grêmio, Beto Carvalho.
Mas a migração para um aplicativo nem sempre é simples. O Corinthians, por exemplo, é o time brasileiro mais popular nas redes. No Facebook, são quase 11 milhões de seguidores. No fim do ano passado, o time paulista lançou um novo aplicativo oficial. No Google Play, loja do Android, ele está marcado como 100 mil a 500 mil downloads apenas.
A próxima estratégia do Grêmio é fazer vendas de ingressos pelo aplicativo, uma maneira de fazer com que o programa ganhe importância para os torcedores. Algo que o Cruzeiro chegou a fazer há alguns meses, também sem conseguir explodir a ferramenta.
Hoje, a aposta gaúcha está no conteúdo. Além das informações de partidas e campeonatos, o aplicativo irá fazer transmissões ao vivo da Grêmio TV. A promessa é que a cada 15 dias o clube divulgue uma novidade para o aplicativo.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/gremio-tenta-furar-fracassos-com-aplicativo-oficial_30013.html#ixzz42MibdB7s

0 comentários :

Postar um comentário