Cabeçalho

Logotipo

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Sem Band, Brasileirão deve ficar só com Globo na TV aberta

Record descarta devido a alto custo e baixa audiência; Rede TV! se interessa, mas cenário de incerteza prejudica

Um comunicado divulgado em conjunto por Band e Globo, no fim da tarde de ontem, selou um destino improvável para a exibição do Campeonato Brasileiro na TV aberta nesta temporada.
A Band, alegando dificuldades financeiras, abriu mão de ter os direitos compartilhados com a Globo pela transmissão do torneio, que após 15 anos deve ter só uma emissora na transmissão.
A saída da emissora paulista a dez dias do início da competição deve dificultar a revenda dos direitos por uma outra emissora. Segundo apurou a Máquina do Esporte, nem mesmo a Globo está convicta da necessidade de revender os direitos este ano. Os dois principais interessados na aquisição dos direitos seriam RedeTV!, que é parceira da Globo em diversas transmissões, e Record, que entre 2002 e 2006 foi quem exibiu jogos do Nacional.
A notícia da não-renovação pegou a Rede TV! de surpresa. Embora não tenha se pronunciado oficialmente quanto ao assunto, nos corredores da emissora, executivos da área de jornalismo e esporte acharam a oportunidade interessante. A empresa agora fará um estudo para avaliar questões operacionais e custos.
A princípio, porém, a ideia de transmitir a principal competição do calendário do futebol brasileiro animou o canal, que exibe a Série B do Brasileiro, além de outras competições cujos direitos são da Globo, como a Superliga de vôlei e o basquete do NBB.
Já a Record, que em 2011 brigou para ter os direitos sobre o Brasileirão, rechaça um novo investimento no futebol. Na visão da emissora, segundo apurou a Máquina do Esporte, o valor para aquisição dos direitos e a audiência obtida não compensam.
A Band já vinha dando sinais de redução de investimento em transmissão de esporte no Brasil. No começo do ano, a emissora chegou a anunciar que não exibiria o Estadual do Rio, mas voltou atrás e exibe a competição. Mas a emissora segue a exibir torneios do exterior, cujos gastos são menores. Com a Globo, exibe a Liga dos Campeões e a Euro-2016.

0 comentários :

Postar um comentário