Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Por mais receita, Copa Libertadores será anual

Mudança gera aumento de clubes, duas fases de mata-matas na Pré-Libertadores e possível final em sede única

Uma reunião na sede da Conmebol, a confederação sul-americana de futebol, realizada na noite de terça-feira (dia 28), serviu para aprovar uma significativa mudança no calendário do futebol da região.
A partir do ano que vem, a Copa Libertadores passará a ser disputada de fevereiro a novembro. Isso deve significar um aumento no número de clubes participantes e, ainda, um incremento na arrecadação com direitos de transmissão e patrocínio à competição.
As mudanças foram aprovadas numa reunião entre departamentos de competição das dez associações membros da entidade sul-americana. Segundo  a Conmebol, um estudo vinha sendo feito há diversos meses para criar o melhor calendário ao futebol da região do ponto de vista técnico e comercial.
“Após análise criteriosa das necessidades e características próprias do futebol sul-americano, decidimos adotar o calendário anual para a Libertadores. Por muito tempo os clubes tiveram que escolher entre o campeonato local e os torneios continentais, e isso afeta a qualidade de ambas as competições”, disse o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, em comunicado.
"Essa mudança nos permitirá melhorar o desempenho esportivo nos torneios nacionais, proteger os jogadores e, além disso, potencializar a qualidade de jogo das copas continentais", acrescentou o dirigente.
A alteração também é uma tentativa da entidade de reduzir a insatisfação dos clubes participantes da Libertadores, especialmente os brasileiros. Desde que estourou o escândalo de corrupção no futebol do continente, as contas da Conmebol têm sido vasculhadas.
A Justiça do Uruguai já descobriu um rombo de quase 52% da arrecadação da entidade com o torneio. Isso gerou uma enorme pressão para aumento da premiação aos clubes, que ameaçaram romper e criar uma liga independente.
Pelo novo formato, a Libertadores passa a ser disputada em 42 semanas, o que amplia o descanso entre os jogos e deixa os clubes com mais tempo para preparar as equipes. A Pré-Libertadores passa a ter duas fases, ampliando o número de participantes. A final do torneio, prevista para novembro, poderá ser em sede única, também com o objetivo de aumentar a arrecadação da Conmebol.
No próximo domingo, uma reunião em Assunção, na sede da entidade, servirá para definir o número de clubes por países no novo formato da Libertadores. A ideia é fazer com que dez clubes que forem eliminados do torneio antes das oitavas de final possam jogar a Sul-Americana, em modelo similar ao europeu.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/por-mais-receita-copa-libertadores-sera-anual_31209.html#ixzz4LZ3B06li

0 comentários :

Postar um comentário