Cabeçalho

Logotipo

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Barcelona bate recorde e se torna o mais rico do mundo

Clube teve o maior faturamento de sua história na última temporada

No começo do próximo ano, quando a consultoria Delloitte divulgar a lista dos clubes de futebol com maior faturamento no mundo, após 11 anos seguidos o Real Madrid não será o líder.
O Barcelona apresentou o balanço financeiro do clube referente ao período de junho de 2015 a junho de 2016. E o resultado foi o maior faturamento da história: € 679 milhões (R$ 2,385 bi).
A cifra recorde foi alcançada principalmente pelo aumento dos ganhos com patrocínio e, também, pela exploração comercial do estádio Camp Nou.
“Disseram que a imagem do Barcelona estava arranhada, que o clube perdia valor, os números mostram o contrário. E vamos lutar para nunca nos tornarmos uma sociedade anônima”, disse Josep Maria Bartomeu, presidente do clube, no discurso em que apresentou os números recordes alcançados pelo Barça.As críticas eram endereçadas a dirigentes espanhóis e, também, a parte da mídia que critica o fato de o clube ser formado por sócios, como são os brasileiros.
O principal motivo para a arrecadação recorde foi a renovação do acordo com a Qatar Airways por € 33,5 milhões e o aumento de acordos locais de patrocínio, que levaram para € 268 milhões o ganho com marketing, setor que mais gera dinheiro no clube.
A globalização do Barcelona, que tem apostado no mercado americano, também tem ajudado bastante. No mercado local, o faturamento com sócios, por exemplo, sofreu perdas este ano. Essa aposta no estrangeiro, aliás, é o que fez o Barça superar o Manchester United em faturamento. No começo deste ano, a Deloitte havia previsto que o clube inglês voltaria para a liderança entre os maiores faturamentos por causa do novo acordo com a Adidas para fornecimento de uniforme, de € 120 milhões.
Os números reforçam o projeto traçado pelo Barcelona de se tornar o primeiro a bater € 1 bilhão de faturamento anual. Isso deve acontecer em até cinco anos, pelas contas do clube. O que vai ajudar nessa busca é o novo acordo com a Nike, que a partir de 2018/2019 pagará cerca de € 150 milhões de euros ao ano, e a abertura do novo estádio do clube, que deverá aumentar significativamente a receita de bilheteria e exploração comercial.
A cifra recorde alcançada pelo Barcelona, porém, ainda mantém um sinal de alerta ligado. Apesar de arrecadar como nunca, o clube também tem gastado como nunca. Foram € 630 milhões de despesas, aumento de 4%. Desse total, 69% dos gastos são com salários, algo que só deve crescer nos próximos anos.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/barcelona-bate-recorde-e-se-torna-o-mais-rico-do-mundo_31386.html#ixzz4OkzKN213

0 comentários :

Postar um comentário