Cabeçalho

Logotipo

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Chapecoense amplia programa de sócio para se reerguer em 2017

Clube deve chegar a R$ 60 milhões em faturamento neste ano

A partir desta segunda-feira, a Chapecoense começará o processo para se reerguer após o acidente que matou a maior parte de seu elenco e comissão técnica. E, para contar com uma nova fonte de receita, abriu uma possibilidade para quem quer se tornar sócio-torcedor do time catarinense.
Desde o acidente, a Chapecoense tem recebido diversos pedidos para novos sócios de torcedores de diversas partes do país. Em uma semana, o programa do time saltou de 5 mil membros para 13 mil associados.
Antes, a Chapecoense possuía um plano de R$ 70 mensais, que garantia entrada ao estádio para o torcedor. Agora, haverá planos de R$ 20, R$ 30 e R$ 50, com menos benefícios. A principal novidade é uma associação com valor livre, focado para quem quer apenas ajudar na reconstrução da equipe catarinense neste momento.
O aumento de sócios-torcedores gerará uma receita extra para a Chapecoense em 2017. Em 2015, o clube faturou R$ 7 milhões com o programa, algo que deveria se repetir em 2016, mas que ganhará força já neste ano.
Em 2015, a Chapecoense teve receita de R$ 46 milhões, com superávit de R$ 2 milhões. Agora, precisará montar um time novo, já que atualmente conta com apenas 11 jogadores no elenco.
Neste ano, o balanço financeiro do time terá um acréscimo considerável. Pelo título da Copa Sul-Americana, o clube terá uma premiação de US$ 3,9 milhões, mais de R$ 13 milhões.
Em patrocínio, o clube recebe somente da Caixa R$ 4 milhões, em contrato que deverá ser renovado para o próximo ano. Além do banco estatal, o clube catarinense conta com a parceria com a Aurora.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/chapecoense-amplia-programa-de-socio-para-se-reerguer-em-2017_31577.html#ixzz4RzGAI85w

0 comentários :

Postar um comentário