Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Por exposição internacional, Copinha assina com Globo por 3 anos

Emissora carioca garante direitos para TV aberta, fechada, internet e mercado estrangeiro até 2019

O Grupo Globo acertou com a FPF (Federação Paulista de Futebol) um contrato de direitos de TV da Copa São Paulo de juniores válido por três anos e para todas as mídias.
Assim, a emissora carioca garante os direitos da competição para a TV aberta na Globo, na fechada para o SporTV, na internet para o SporTV Play e no exterior com o PFC Internacional. O acordo é válido de 2017 a 2019. Os valores da negociação não foram divulgados.
Apesar de ser a detentora exclusiva do torneio, nada impede que a Globo sublicencie os direitos de TV para outras emissoras. Para 2017, até o momento, a emissora já acertou acordos de transmissão com Rede Vida e ESPN.
A novidade no novo contrato é a exibição da Copinha no exterior através do PFC Internacional, da Globosat. Com isso, os talentos dos clubes brasileiros irão ganhar uma visibilidade internacional que não contavam anteriormente. O sinal do canal do Grupo Globo chega a mais de 15 países estrangeiros, entre os quais mercados importantes como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, França e Portugal.
Ou seja, é possível que aquela revelação da Copa São Paulo nem chegue a estrear no time adulto, sendo negociada com algum clube de fora antes.
“Nosso compromisso de investimento e parceria com o futebol brasileiro começa com o apoio às categorias de base, e por isso fazemos questão de dar grande visibilidade à Copinha em todas as plataformas”, afirmou Fernando Manuel, diretor de planejamento e aquisição de direitos esportivos do Grupo Globo.
Com o contrato alongado da Copinha, a Globo reforça sua relação com a FPF, já que a emissora também é dona dos direitos de TV do Paulistão. O contrato atual é válido até 2019 e foi o maior já assinado pela federação.
“É uma enorme satisfação para a FPF renovar o contrato de transmissão da Copa São Paulo de juniores com a Globo. A competição é a maior festa do futebol, principal campeonato de base do país e que revela grandes talentos anualmente”, comentou Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da entidade paulista.
“A edição de 2017 será imperdível, com o maior número participantes da história: 120 clubes, espalhados por 30 sedes. Nela, sem dúvida, os torcedores do país inteiro poderão ver os futuros craques do futebol brasileiro”, acrescentou o dirigente.
Disputada desde 1969, a Copinha foi lançada com o nome de Taça São Paulo de juniores. Atualmente, a final acontece no dia 25 de janeiro, como parte das comemorações do aniversário da capital paulista. No passado, o torneio chegou a ser realizado em junho e julho.
As duas primeiras edições foram disputadas apenas por clubes do Estado de São Paulo. A partir de 1971, o torneio se tornou nacional. A final de 2015 foi entre Corinthians e Flamengo, no estádio do Pacaembu, com vitória do time carioca. 

0 comentários :

Postar um comentário