Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Flamengo mira participação em venda para ter patrocínio recorde

Clube fechou com Carabao, companhia tailandesa de bebidas energéticas

No Flamengo, o assunto ainda é tratado com discrição. Sem contrato assinado e com pendências burocráticas, o clube ainda não confirma os detalhes oficialmente. No entanto, o acordo já está fechado entre as duas partes. Com a Carabao, o time terá o maior patrocínio máster de sua história.
Carabao é uma empresa tailandesa de bebidas energéticas que faturou US$ 7,75 bilhões em 2015, cerca de R$ 25 bilhões. A marca foi lançada em 2002 e, somente de 2011 para 2015, praticamente dobrou as receitas.
Em 2017, a companhia entrará no mercado brasileiro e contará com o aporte do Flamengo para se popularizar. E quanto mais a estratégia der certo, mas a equipe brasileira irá ganhar.
O contrato que deverá ser assinado nos próximos dias terá seis anos de duração. No primeiro, a marca ficará exposta nas mangas do uniforme, com um pagamento de cerca de R$ 15 milhões. Nos cinco anos seguintes, a companhia substituirá a Caixa no principal espaço do uniforme flamenguista. Nesse caso, o valor deverá ficar por volta de R$ 35 milhões.
Em comparação, a Caixa paga atualmente R$ 25 milhões para o Flamengo, com o espaço máster frontal, sem as costas. Para a temporada de 2017, a renovação ainda não foi assinada, mas ela deverá acontecer nos mesmos termos.
A grande diferença com a Carabao é que o clube terá participação direta nas vendas no Brasil. Os detalhes não foram divulgados, mas, segundo a Máquina do Esporte apurou, os números são significativos. No melhor dos cenários da empresa no Brasil, o que obviamente não será fácil, o valor repassado ao clube ficaria próximo da taxa fixa do patrocínio, superior a R$ 30 milhões ao ano.
Por esse dispositivo, a diretoria do Flamengo vê o acordo com empolgação. Segundo um dirigente do time carioca, o patrocínio “mudaria o jogo do mercado esportivo do Brasil”, já que o próprio clube ganharia com a alta entrega.
Internacionalmente, a Carabao já tem o futebol como uma plataforma de comunicação e venda, especialmente na Inglaterra. A empresa é patrocinadora da Copa da Liga Inglesa, além de manter aportes a times como Chelsea e Reading.
No Brasil, a Carabao enfrentará um mercado em crise, mas com o segmento de bebidas energéticas que cresceu consideravelmente nos últimos anos. Segundo a Abir (Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas Não Alcoólicas), o volume em litros de energéticos consumidos no Brasil passou de 63 mil em 2010 para 140 mil em 2014, com queda apenas em 2015, quando ficou em 128 mil. A consultoria Euromonitor estima que o segmento já movimente R$ 1,5 bilhão no país.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/flamengo-mira-participacao-em-venda-para-ter-patrocinio-recorde_31721.html#ixzz4UnNHeUpe

0 comentários :

Postar um comentário