Cabeçalho

Logotipo

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Botafogo se torna mais um clube sem receber de patrocinador

Clube rompe com Ordenext, que mantinha marca na barra da camisa

O Botafogo não é mais patrocinado pelo Ordenext. A empresa havia anunciado a parceria com o clube carioca no início deste ano, para ter a marca na barra da camisa da equipe. No entanto, o time ficou sem receber e não expõe mais o logotipo da companhia no uniforme. Os dirigentes do Rio de Janeiro já buscam um novo parceiro.
Oficialmente, o Botafogo não se pronunciou sobre o caso. Segundo informações do site Globoesporte.com, o clube não chegou a receber nenhum valor pelo tempo que a marca esteve no uniforme. Os botafoguenses, agora, estudam ir à Justiça para conseguir um reparo ao dano financeiro da parceria.
A empresa, por outro lado, resolveu se manifestar por meio de uma nota oficial. No texto, a Ordenext, especializada na conexão entre empresas e profissionais autônomos, alega que a marca saiu do uniforme do Botafogo a pedido da própria companhia. Ainda que não negue a falta de pagamento, ela se defendeu com a alegação de crise econômica vivida pelo Brasil.
“Queremos deixar claro que não estamos enganando ninguém, pelo contrário, estamos sendo sinceros. Hoje mais de 40% dos Brasileiros tem problemas com pagamento, isso significa que são caloteiros?”, argumentou a comunicação da Ordenext.
E a empresa foi além: “o respeito é importante, pois ofensas podem ser tratadas como difamação, pois o não pagamento de algo não se caracteriza calote ou picaretagem”.
Ao menos em uma questão, a empresa tem razão: ela não é a única com problemas de pagamento. Nos últimos anos, não foram incomuns os casos de empresas que não arcaram com os valores de patrocínio. Em comum, eles envolvem marcas pouco conhecidas do público geral.
O Corinthians, por exemplo, viveu essa situação duas vezes recentemente. Primeiro com a Klar, uma suposta marca de produtos de limpeza que nunca saiu do papel, e com um patrocínio que jamais foi pago. Depois, um fundo de investimento chamado Apollo Sports que assinou um acordo de três anos, mas pagou apenas dois meses.
No São Paulo, o problema aconteceu com a rede de alimentação Rock & Ribs. A empresa havia fechado um patrocínio para o calção do clube, além de abrir uma unidade no Morumbi. Mas a loja não foi aberta, e os valores também não foram pagos.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/botafogo-se-torna-mais-um-clube-sem-receber-de-patrocinador_32425.html#ixzz4g7KbsgYX

0 comentários :

Postar um comentário