Cabeçalho

Logotipo

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Nike abre mão de camisa feminina, e corintianas reclamam

Empresa alega que camisa II tem pouca saída entre as mulheres

Uma decisão comercial da Nike gerou crise para a empresa e para o Corinthians nas redes sociais. A marca resolveu não lançar no mercado a versão feminina da segunda camisa do time, o que gerou o protesto de torcedoras.
Uma página chamada “Movimento Toda Poderosa Corinthiana” se manifestou sobre o assunto e colocou um texto contra a decisão da Nike. “Faz sentido para algum torcedor que em pleno 2017 a produção de camisas femininas seja interrompida, indo na contramão de todas as reivindicações por direitos da ala feminina no futebol, com a (velha e desacreditada) desculpa da falta de demanda?”, diz parte do post.
Ao longo da quinta-feira, as publicações do Corinthians sofreram com questionamentos sobre a camisa feminina, mesmo quando o conteúdo era relacionado a tema triviais, como os treinamentos da equipe. A reivindicação era por um posicionamento do clube quanto à decisão da Nike.
O Corinthians, no entanto, não quis se manifestar, já que a decisão foi da Nike, principal parceira comercial do clube.
A fornecedora, por outro lado, se posicionou: A Nike esclarece que ao longo dos anos a demanda do público feminino pelas novas camisas do Corinthians são preferencialmente pela camisa principal. Seguindo essa tendência de mercado, a nova segunda camisa não será comercializada no modelo feminino”.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/nike-abre-mao-de-camisa-feminina-e-corintianas-reclamam_32440.html#ixzz4gWkHJG7z

0 comentários :

Postar um comentário