Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Fluminense estreia estádio para fugir de prejuízos com Maracanã

Clube atuou no Giulite Coutinho pela primeira vez no Brasileirão

O Fluminense fez, na segunda-feira (03), a estreia no estádio Giulite Coutinho neste Campeonato Brasileiro. Com público 6,4 mil pagantes e uma renda de R$ 161 mil, o clube deverá ter lucro com a partida, caso a média de despesas seja semelhante às apresentadas na arena durante o Campeonato Estadual.
Dessa maneira, o time começa a almejar melhores cenários financeiros com sua bilheteria. O problema do Fluminense até o momento tem um nome claro: Maracanã. Mesmo com uma média de público de 18 mil pagantes na arena, o clube mantém um rombo no orçamento com o estádio.
Graças a despesas que ficaram, em média, em cerca de R$ 680 mil por jogo, o Fluminense amargou um prejuízo superior a R$ 1 milhões na arena carioca em cinco partidas. O único evento que não deixou a equipe no vermelho foi o clássico contra o Flamengo, que contou com quase 38 mil pagantes. Nesse caso, o time conseguiu lucrar R$ 266 mil e diminuiu o tombo com a arena.
Agora, o clube se esforçará para levar público à sua nova casa. Uma das apostas é a parceria com a 99, que oferecerá uma série de descontos para os torcedores irem ao Giulite Coutinho. O Fluminense ficará com porcentagem das corridas dos torcedores que usarem o código promocional d      do time no aplicativo.
Com o novo estádio, o clube tenta seguir o exemplo do Flamengo. Na Ilha do Urubu, o time conseguiu bons resultados. No jogo contra a Chapecoense, por exemplo, 14,6 mil pessoas estiveram presentes. O time levou para a Gávea um lucro de R$ 275 mil com a partida.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/fluminense-estreia-estadio-para-fugir-de-prejuizos-com-maracana_32768.html#ixzz4lzKaFfMa

0 comentários :

Postar um comentário