Cabeçalho

Logotipo

sexta-feira, 14 de julho de 2017

NETFLIX? MANCHESTER UNITED E A INCRÍVEL CAPACIDADE DE SE TORNAR SUA PRÓPRIA MÍDIA

Clube converte a MUTV em um aplicativo OTT e torcedores não dependerão mais de operadoras para assinar o canal


É incrível a capacidade que o Manchester United adquiriu de se tornar sua própria mídia. E isso reverte em ganhos expressivos de receitas e independência em relação ao conteúdo que gera aos seus milhares de fãs.

Os Red Devils lançaram esta semana um novo serviço de transmissão para sua Tv oficial, a MUTV. Agora, diferentemente do que era praticado desde o seu lançamento, em 1998, os assinantes poderão se inscrever no canal sem ter que fechar um pacote com alguma operadora do país.

Ao melhor estilo Netflix, o United converteu a MUTV em um aplicativo OTT (Over The Top, ou seja, transmissor de conteúdo sem intermediário) por assinatura e podemos considerá-lo pronto para pegar sua parte em um mercado global que deve movimentar US$ 42 bilhões até 2019. A iniciativa não irá mudar em nada para os clientes Sky e Virgin TV, que já tem à disposição o canal do clube em suas mensalidades.

Ainda que não ofereça partidas da Premier League, como atrativo principal para esta espécie de “assinatura independente”, ela está sendo lançada com as transmissões ao vivo das sete partidas da turnê de pré-temporada do clube, que inclui duelos contra Real MadridBarcelona e o clássico contra o Manchester City.

Este novo serviço, disponível para desktop, tablet e celular, custará £ 4,99 por mês e inclui a grade tradicional, com conteúdos exclusivos de bastidores, entrevistas, documentários, partidas das categorias de base e Legends, além de áudios de jogos e promoções.

Importante destacar outra frente explorada pelo Manchester United que é o aplicativo de seu canal, neste caso, com distribuição global. Tamanha importância que terá no médio prazo, até um profissional ex-Yahoo foi contratado. Além de receitas, o clube consegue para si um Big Data valiosíssimo sobre quem é e onde está o seu fã, e o que ele consome dentro da plataforma.

Sobre a importância de valorizar esta frente, vale detalhar alguns números. Na temporada 15/16, foram £ 395.2 milhões faturados pelo Manchester United, “apenas” £ 140.4 milhões, ou 27%, vieram de broadcasting. Do total, £ 10.9 milhões vieram de conteúdo mobile através da MUTV.

Afinal, quando chegaremos neste nível de envolvimento e conteúdo? A CAP Play parecia ser um primeiro suspiro neste sentido. Por enquanto, sem grandes novidades.


Fonte: MKT Esportivo

0 comentários :

Postar um comentário