Cabeçalho

Logotipo

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Semp lança websérie com jogadores do Santos

Patrocinadora do clube usará atletas em ativação digital

A Semp resolveu usar o patrocínio ao Santos para criar conteúdo para suas redes sociais. Mas os vídeos não estarão diretamente relacionados com o futebol; a ideia da empresa é contar um pouco da vida pessoal dos jogadores, com uma websérie que relacionará o cotidiano deles com os produtos da marca de eletrônicos.
O programa irá se chamar “Batendo um Bolão” e será exibido nas redes sociais da companhia entre os dias 1 e 12 de outubro. A primeira temporada será focada nas esposas de três jogadores: do atacante Kayke, do zagueiro David Brás e do goleiro Vanderlei. Elas irão fazer uma disputa culinária com produtos da Semp, e a autora do melhor prato ganhará uma televisão de 75 polegadas, 4K, da marca.
O plano da empresa é mostrar a nova linha de eletroportáteis da Semp, que tem como principal atração a facilidade do uso. Como o objetivo é mostrar como funcionam os objetos em situações comuns do cotidiano, as três participantes terão limitações de ingredientes nas receitas; só serão aceitos aqueles usados no dia a dia dos casais.
“Nossos consumidores, assim como as esposas dos jogadores, são pessoas que procuram esses produtos para terem praticidade, agilidade e comida bem executada. Tentamos mostrar isso no programa”, comentou o diretor de engenharia e qualidade da Semp, Maximiliano Dominguez.
A próxima temporada da websérie também já está planejada. Nesse passo, os protagonistas serão os torcedores do Santos. Serão selecionados três sócios-torcedores do clube paulista, que farão uma competição semelhante. Mas um rosto famoso do time não foi descartado: o juiz da competição será o técnico da equipe, Levir Culpi.
Com a estratégia, a Semp aproveita um ponto forte da comunicação do Santos: o conteúdo em vídeo nas redes sociais. O clube tem um dos canais de Youtube mais seguido entre os times nacionais, com mais de 450 mil inscritos. Apesar de as gravações ficarem nas redes da Semp, os torcedores já têm o costume de acompanhar esse tipo de produção.
A Semp, que chegou a ser patrocinadora máster do Santos em 2007, acertou um contrato com a equipe em junho deste ano. Pelo acordo, a marca fica exposta nas mangas do uniforme santista, em um acordo válido até o fim deste ano.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/semp-lanca-webserie-com-jogadores-do-santos_33261.html#ixzz4u4fy7Vyk

Real Madrid acerta com site de aposta Betcart

Empresa se tornará uma das patrocinadoras do time espanhol

O Real Madrid tem um novo parceiro de apostas esportivas. O time espanhol apresentou o patrocínio da Betcart. A empresa terá propriedades no site oficial, nas redes sociais do time e em placas no Santiago Bernabéu. Tempo e valor de contrato não foram divulgados.
“Nossa estratégia sempre foi impulsionada pelo desejo de se destacar da multidão e oferecer uma excelente experiência de usuário. Não podemos esperar para abordar toda a indústria de apostas esportivas ao lado do Real Madrid”, comentou o diretor da Betcart, Dave Gal.
O antigo parceiro do ramo era a Bwin, que no fim da década de 2000 chegou a ser o patrocinador máster da equipe espanhola. Depois de 2013, a marca passou a ficar apenas com aporte sem exposição no uniforme.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/real-madrid-acerta-com-site-de-aposta-betcart_33259.html#ixzz4u4fqpHrp

Umbro homenageia São Januário na terceira camisa do Vasco

Modelo tem tradicional faixa transversal feita com miniescudos do clube

As celebrações pelos 90 anos do estádio de São Januário ganharam mais um capítulo. A Umbro, fornecedora de material esportivo do Vasco, confeccionou a terceira camisa do clube carioca em homenagem ao aniversário do estádio.
Em respeito às tradições do time cruz-maltino, a camisa tem o preto como cor predominante. Os detalhes são em grafite, inclusive uma série de pequenos escudos do clube que formam a tradicional faixa transversal. Com inspiração retrô, o escudo apresenta uma releitura do que era usado na década de 1940, com o brasão em tear com acabamento bordado.
De acordo com a Umbro, a camisa foi confeccionada com uma tecnologia que utiliza fios diferenciados e que são responsáveis por uma sensação maior de conforto e leveza. Outro detalhe está nas letras e nos números. A fonte e a cor utilizada, prata, também foram escolhidas com base em modelos do passado.
A camisa já está à venda em todas as lojas e sites especializados do país nas versões masculina, feminina e infantil. O torcedor que quiser o modelo com número terá que desembolsar R$ 249,90. Sem número, o preço cai para R$ 239,90.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/umbro-homenageia-sao-januario-na-terceira-camisa-do-vasco_33260.html#ixzz4u4fdSUHI

Estudo mostra que Messi precisa de apenas 30 minutos para comprar Ferrari

Empresa relacionou salário e tipo de veículo de mais de 250 jogadores de futebol

Você já parou para pensar em quanto tempo teria que trabalhar para comprar o carro que tem na garagem da sua casa, sem gastos com outras coisas? Uma empresa britânica decidiu fazer dessa questão um estudo e usou jogadores de futebol como “cobaias”. O resultado que mais impressiona é o de Lionel Messi: em apenas 30 minutos em campo, o argentino consegue comprar a Ferrari F430 Spider que tem em casa.
O estudo foi realizado pela Carspring, empresa britânica especializada em compra e venda on-line de carros usados. A análise focou-se em 255 jogadores das três principais ligas do mundo, Premier League (Inglaterra), Bundesliga (Alemanha) e La Liga (Espanha), por meio de informações dadas pelos próprios jogadores em suas redes sociais ou coletadas em revistas e sites esportivos.
A ideia do estudo é simples: pegar o salário do jogador e ver quanto tempo ele levaria para comprar o carro que tem na garagem. A análise levou em conta o tipo de veículo, o modelo e o preço de mercado. Os resultados são impressionantes: dos 255 jogadores, 100 precisam de, no máximo, 90 minutos em campo, ou seja, uma partida, para quitarem seus carros.
O resultado que mais chama atenção, levando-se em conta o valor e a importância do carro, é o de Messi, que precisa de apenas meia hora como já citado acima (sua Ferrari custa em torno de 1,5 milhão de reais). Na comparação com o “maior rival”, o português Cristiano Ronaldo, o argentino se dá melhor. CR7 precisa de pouco mais de 5 horas para comprar seu Bugatti Veyron Grand Sport Vitesse (o valor é bem mais salgado que o carro de Messi, chegando a 6,5 milhões de reais).

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/estudo-mostra-que-messi-precisa-de-apenas-30-minutos-para-comprar-ferrari_33257.html#ixzz4u4fUqN2h

Seis grandes da Premier League exigem desigualdade nas receitas de TV

Desde 1992, os direitos internacionais de televisão são divididos igualitariamente


O sistema atual data de 1992. E sempre foi considerado um exemplo de igualdade. Só que tem cachorro grande querendo que isso seja revisto e modernizado. Manchester United, Liverpool, Chelsea, Arsenal, Tottenham e Manchester City afirmam que as receitas dos direitos internacionais de televisão não podem ser distribuídos de maneira uniforme.
Em resumo, os seis clubes ingleses mais ricos querem instaurar uma “desigualdade” e exigem receber mais do que os concorrentes. A proposta de que cada equipe receberia uma quantidade de dinheiro correspondente ao lugar em que terminou o campeonato na tabela de classificação, ou seja, por mérito, foi apresentada por Richard Scudamore, presidente da Premier League.
Como não poderia ser diferente, a ideia foi prontamente negada pelas outras 14 equipes que disputam o torneio. A justificativa é de que apenas com direitos de televisão iguais é possível assinar com jogadores de bom nível e manter a competitividade. Segundo o jornal britânico The Guardian, se aprovada, a proposta acabaria com um dos princípios fundadores da Premier League, que é a igualdade de direitos.
Não é novidade para ninguém que, nos últimos anos, os direitos de televisão contribuem com uma quantidade substancial da receita que entra para os clubes. Diferentemente de 1992, a popularidade da Premier League na década atual é enorme e a tendência é que aumente ainda mais. Na última rodada de conversas sobre o assunto para as temporadas entre 2016 e 2019, o valor acertado foi de cerca de 3 bilhões de libras. A esse valor, podem ser adicionados mais 5 bilhões de libras por conta da competição entre Sky e BT para assinantes britânicos, o que já eleva a receita para 8 bilhões de libras no atual ciclo de três anos.
Para se ter uma ideia, na última temporada, a de 2016/2017, cada equipe que jogou a Premier League recebeu 39 milhões de libras pelos direitos internacionais. No total, o Chelsea, por exemplo, que se sagrou campeão, recebeu cerca de 151 milhões de libras, enquanto o Sunderland, último colocado e rebaixado, ganhou cerca de 93 milhões de libras.
Os chamados “big six” usam esses números de receitas totais para argumentar que, nos direitos internacionais, os números deles em relação aos outros 14 têm que ser diferentes. Segundo eles, à medida que a receita global aumenta, como se espera que aconteça novamente quando as negociações de 2019 a 2022 começarem no final deste ano, os seis devem receber uma participação maior porque são os que mais são vistos pelos torcedores espalhados pelo mundo.
Uma reunião em caráter de urgência foi convocada para a próxima quarta-feira (4), em Londres, para discutir e finalizar a divisão para os próximos anos.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/seis-grandes-da-premier-league-exigem-desigualdade-nas-receitas-de-tv_33254.html#ixzz4u4fGyXtP

#40MILNABAIXADA | A CAMPANHA DO PARANÁ PARA BATER RECORDE NA ARENA DA BAIXADA

Tricolor lança forte comercial e convoca torcida para bater o recorde de público do estádio do rival


Atual terceiro colocado da Série B, o Paraná Clube lançou uma ousada campanha popular para o seu duelo contra o Internacional, marcado para o próximo dia 3 de outubro. Ao definir que mandaria a partida na Arena da Baixada, casa do Atlético-PR, o Tricolor passou a ativar uma iniciativa que visa bater o recorde de público do estádio, registrado na Copa do Mundo de 2014 quando 39.375 pessoas assistiram a vitória da Espanha por 3 x 0 sobre a Austrália.

A partir do slogan CaleQuemDuvida, o clube lançou um forte comercial relembrando brincadeiras feitas pelos seus rivais em relação ao seu retrospecto nos últimos anos e também pelo tamanho de sua torcida, considerada a “terceira força do estado”.

Em suas partidas na Vila Capanema, o Paraná ativa a campanha com grande festa, além de gerar sucessivos conteúdos nas redes sociais norteados pelas hashtags #CaleQuemDuvida e #40milNaBaixada.

Para tal, o torcedor terá que abraçar a iniciativa, afinal, ao bater 40 mil pessoas na partida do próximo dia 3, o Paraná alcançará também o segundo maior público de sua história. O maior foi registrado em 1994, quando 41.995 foram ao Couto Pereira no empate sem gols diante do Corinthians.

Firme em atingir o objetivo, o Paraná diminuiu o preço do ingresso (R$ 60) e quem for ao estádio com a camisa do Tricolor paga apenas R$ 30.



Fonte: MKT Esportivo

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Banco Inter ativa São Paulo com lançamento de cartão de crédito

Empresa abre enquete no Twitter para definir nome do novo produto

O Banco Inter irá ativar o patrocínio ao São Paulo com o lançamento de um cartão de crédito personalizado com as cores e o escudo do time paulista. Para divulgar o novo produto, a marca lançou uma enquete nas redes sociais para que os torcedores possam escolher o nome e o design do cartão.
São três opções para os torcedores escolherem: “Tricolor”, “Morumbi” e “É Gol”. A ação foi divulgada no Facebook do Banco Inter, mas a enquete acontece em uma conta do Twitter específica para ações da entidade financeira com o time.
O Banco Inter, antigo Intermedium, é desde este ano patrocinador máster do São Paulo. A marca substituiu a Prevent Senior na camisa tricolor.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/banco-inter-ativa-sao-paulo-com-lancamento-de-cartao-de-credito_33242.html#ixzz4ttUVi11n

Uber fecha parceria com Cruzeiro e Atlético Mineiro

Clubes se unem às duplas de Porto Alegre e de Curitiba com aporte da empresa

O aplicativo de transporte Uber continua avançado sobre clube de futebol do Brasil. A marca apresentou, na terça-feira, mais duas equipes parceiras: o Cruzeiro e o Atlético Mineiro.
Assim como acontece com a dupla paranaense, Coritiba e Atlético, e com a dupla gaúcha, Grêmio e Internacional, os torcedores das duas equipes mineiras terão códigos promocionais válidos para viagens de ida e volta aos estádios, em dia de jogos.
A grande diferença do acordo com a dupla mineira é que a Uber terá exposição no uniforme das equipes. A propriedade utilizada será diferente. No Atlético Mineiro, a marca ficará no número da camisa. Já no Cruzeiro, a logomarca estará na barra do calção.
Em notas oficiais nas páginas dos times, o diretor da Uber em Minas Gerais, Ruddy Wang, usou a mesma frase para se referir ao acordo com as duas equipes: “É uma grande satisfação poder celebrar e apoiar, em alguma medida, esse time campeão”.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/uber-fecha-parceria-com-cruzeiro-e-atletico-mineiro_33245.html#ixzz4ttUeXQkg

Corinthians e Alcatel traduzem cantos da fiel torcida para Libras

Ação homenageou portadores de deficiência auditiva no Dia Nacional do Surdo

A Alcatel e o Corinthians realizaram uma ação especial em homenagem ao Dia Nacional do Surdo, comemorado nesta terça-feira (26). Três torcedores com deficiência auditiva foram convidados para assistir uma partida na Arena Corinthians, em que os jogadores Cássio, Jô e Fagner traduziram alguns cantos da torcida, como “Bando de Louco” e “Corinthians veio pra vencer”, para Libras, a linguagem dos sinais.
Pela primeira vez, os três convidados puderam sentir toda a emoção dos cantos corintianos durante um jogo ao lado de todos os torcedores. A ação foi resumida em um vídeo, compartilhado nas redes sociais do clube.
“Sempre vi a torcida cantar. E, hoje, eu pude cantar junto com eles. Foi demais”, comentou Sarah, uma das torcedoras convidadas.
Os smartphones da Alcatel são os primeiros homologados no sistema Giulia, aplicativo que facilita a comunicação para surdos, pois tem um tradutor de Libras entre suas funcionalidades.
“Nosso portfólio de produtos, junto à proposta da marca, tem o objetivo de trazer a tecnologia para o maior número possível de pessoas. Com esse intuito, proporcionamos a esses jovens corintianos o melhor da experiência de assistir a um jogo e vibrar ao lado da torcida, gritando os cantos em sua própria língua”, explicou Fernando Pezzotti, Diretor Geral da Alcatel.
“A ação aumenta a associação da marca Alcatel com a emoção de todos os torcedores, independentemente do time, classe social ou dificuldade física. A nossa proposta é sempre levar o melhor da tecnologia para amplificar e transformar ações do dia a dia em momentos únicos e inesquecíveis”, concluiu Patrícia Vital, Gerente de Marketing da Alcatel.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/corinthians-e-alcatel-traduzem-cantos-da-fiel-torcida-para-libras_33241.html#ixzz4ttUMnNKH

GOL ativa game no Instagram e dá prêmios com a seleção brasileira

“Stories da Seleção” dará passagens e ingressos por meio de códigos localizadores

A GOL lançou um game dentro do Instagram e vai contar histórias dos cinco títulos mundiais da seleção brasileira de futebol (1958, 1962, 1970, 1994 e 2002). Em uma ação inédita, a transportadora oficial da seleção ainda escondeu códigos localizadores no “Stories da Seleção” e distribuirá prêmios para quem quiser participar.
“Seguimos apostando em formas criativas e inéditas de contar histórias nas redes sociais. Queremos aproveitar este momento para mostrar que estamos juntos, que a seleção tem companhia. Para isso, nada melhor do que relembrar a força da nossa torcida e de uma história vitoriosa do futebol mundial”, explicou German Carmona, Gerente de Marketing da GOL.
Para fazer parte da brincadeira, basta acessar o perfil @voegoloficial no Instagram, assistir aos filmes disponibilizados e ficar atento para achar os códigos localizadores premiados. Os três primeiros a encontrar ganharão passagens e ingressos para assistir ao vivo ao próximo jogo do Brasil pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.
A brincadeira vai durar apenas cinco dias. Em cada um, será transmitido um filme dedicado a um dos títulos da seleção brasileira. Em algum momento, números e letras que formam uma sequência de localizadores de voo (códigos usados para fazer check-in antes de gerar os cartões de embarque) vão aparecer.
De acordo com a assessoria da companhia aérea, serão cinco códigos escondidos, um por dia. Como os três primeiros a achá-los ganharão o prêmio, ao final serão 15 contemplados com as recompensas.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/gol-ativa-game-no-instagram-e-da-premios-com-selecao-brasileira_33239.html#ixzz4ttUEJk2c

SUCESSO ESPORTIVO NÃO PODE SER COMPRADO, AFIRMA PRESIDENTE DO BAYERN DE MUNIQUE

Uli Hoeness aproveita o duelo contra o PSG para criticar as atuais práticas do mercado da bola


Dois modelos de negócios absolutamente distintos medirão forças nesta tarde, quando o PSG entrar em campo para receber o Bayern de Munique no Parc des Princes, em Paris. Inserido em uma atmosfera sustentável onde é bancado pela força de sua marca e, principalmente, por ter em seu quadro associativo duas gigantes do mercado (Audi e Adidas), o clube alemão, através do seu presidente, Uli Hoeness, voltou a criticar as práticas atuais do mercado boleiro.

Hoeness, antigo crítico do PSG, ​​afirmou que haverá um momento onde clubes gastam tanto dinheiro em transferências que “sequer poderão pagar por um sanduíche“. O dirigente foi além ao declarar que o sucesso esportivo não pode ser comprado, “ao contrário do que alguns pensam“.

Ainda que não não tenha citado abertamente o seu adversário de hoje, o ataque é feito diretamente aos clubes que são financiados por investidores estrangeiros que possuem muita força dentro do seu mercado de origem. Para o presidente do Bayern, tal política não pode durar no futebol e, sem conseguir conquistar a Champions League, este tipo de gestão não irá adiante.

Registrando lucros nos últimos vinte e quatro anos, ainda que alvo de críticas por parte de alguns associados, o gigante bávaro segue com seu rigoroso controle orçamentário. Ainda assim, Uli Hoeness exalta o modelo que pratica por conseguir aliar competitividade em campo e saúde financeira.

Vale lembrar que em 2014 Huonees cumpriu 21 meses de prisão na Alemanha por sonegação de impostos. À época, o dirigente admitiu que deixou de pagar cerca de € 28.5 milhões em taxas.

Fonte: MKT Esportivo

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

BOTAFOGO FECHA PATROCÍNIO PARA AS REDES SOCIAIS E ABRE NOVAS PROPRIEDADES

Valle Express terá exposição nas ilustrações de gol que são publicadas no Twitter, Facebook e Instagram do clube


Tendência que ganha cada vez mais espaço no futebol brasileiro, o Botafogo anunciou um novo patrocínio exclusivamente para suas plataformas digitais. Trata-se, portanto, do primeiro contrato deste tipo de sua história.

Valle Express, que atua na área de cartões de crédito, estará com o Fogão até o final desta temporada e, além de marcar presença nas artes das redes sociais do clube, estará nas placas de publicidade no CT do Estádio Nilton Santos. Como parte do acordo, a marca da Valle Express também será estampada nas ilustrações de gol que são publicadas no Twitter, Facebook e Instagram do Botafogo. Como se sabe, este tipo de conteúdo tem alto poder de engajamento, uma vez que é fruto do momento mais aguardado pelo torcedor durante uma partida.

Em conversa com o MKTEsportivo, o departamento de marketing do Botafogo afirmou que agora tentará negociar outras propriedades para o âmbito online, como a publicação que traz a escalação do time, que também gera grande interação entre os seguidores.

Com quase 3 milhões de fãs nas suas redes sociais, o Botafogo abre espaço para potenciais patrocinadores e disponibiliza um contato exclusivo para as empresas. Aos interessados, negocios@bfr.com.br



Fonte: MKT Esportivo

TIM ATIVA PATROCÍNIO AO G4 CARIOCA COM RESENHA ENTRE HUMORISTAS

Marca ativa conceito “Torcer diferente” com Marcelo Adnet, Eduardo Sterblitch, Marcos Veras e Rafael Portugal


Patrocinadora de FlamengoVascoBotafogo e Fluminense, a Tim contratou um time de humoristas para ativar o seu conceito “Torcer diferente” no âmbito digital. Intitulado de “mesa redonda“, o comercial traz Marcelo AdnetEduardo SterblitchMarcos Veras e Rafael Portugal que brincam com a rivalidade dos times cariocas em uma mesa de bar.

Uma das apostas da empresa para ampliar o alcance do conteúdo foi personalizar o formato do vídeo de acordo com cada rede social. No Facebook, por exemplo, o comercial já conta com mais de um milhão de visualizações. No Instagram, Adnet, Sterblitch, Veras e Portugal aparecem cantando em conjunto trechos dos hinos de cada clube.

Patrocinadora oficial dos quatro principais times cariocas, a TIM estampa sua marca dentro dos números nas camisas de jogo de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco, além de uniformes de treino, nos backdrops dos clubes, nos ônibus que transportam os jogadores e em placas nos Centros de Treinamento.

Fonte: MKT Esportivo

COM CONTRATO ATÉ 2020, BANCO INTER LANÇARÁ CARTÃO EXCLUSIVO PARA O SÃO PAULO

A partir de enquete no Twitter, torcedores definirão qual será o modelo a ser lançado pelo banco


Banco Inter chegou ao São Paulo no início deste ano, à época como Intermedium. Inicialmente, a marca figurava nas costas do uniforme, quando o espaço máster ainda pertencia à Prevent Senior. Com a saída da seguradora, a empresa resolveu assumir o local e fechar um contrato até 2020.

Por contemplar um contrato de longa duração, o banco passou a ativar o seu patrocínio. Em uma oportunidade, a instituição financeira colocou no centro do gramado do Morumbi um bandeirão em forma da camisa do São Paulo e convocou os torcedores a fazerem selfies no estádio com ele ao fundo. Através da hashtag #CamisãoSPFC, o banco selecionou as melhores fotos e distribuiu camisas oficiais do Tricolor aos felizardos.

Agora, o Banco Inter resolveu apostar na fidelidade do são-paulino e ampliar as ações para um licenciamento. A partir de um pedido dos próprios torcedores, o banco, em parceria com o São Paulo, vai lançar um cartão exclusivo e é a torcida que escolherá o modelo. No perfil oficial criado a partir do patrocínio, o @SPFCBancoInter, um tweet promove uma enquete para que os seguidores possam escolher o modelo de preferência. São eles: TricolorMorumbi e É Gol.

Fonte: MKT Esportivo

Unicef fecha acordo sem fins lucrativos com o Galatasaray

Clube turco é o quarto grande do futebol europeu a acertar com órgão da ONU

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) fechou um acordo sem fins lucrativos com o Galatasaray. A assinatura mostra o crescimento do órgão da ONU no futebol europeu, já que o clube turco é o quarto a fechar parceria. Os outros são o espanhol Barcelona, o inglês Manchester United e o grego Olympiacos.
Com o novo acordo, o objetivo do Unicef é aumentar a conscientização sobre os direitos das crianças na Turquia, além de ter mais um suporte de peso nos programas realizados pela entidade no mundo.
"Há muito trabalho a ser feito, especialmente no campo da educação, para as crianças na Turquia. A cooperação das crianças é muito importante para atingirmos os objetivos visionários que temos para o futuro da indústria do esporte. As crianças são o nosso futuro. Construiremos o nosso futuro juntos. Todos do Galatasaray em cooperação com o Unicef", afirmou Dursun Özbek, presidente do Galatasaray, em uma coletiva de imprensa concedida no estádio do clube, a Türk Telekom Arena.
"O Unicef está fazendo um trabalho muito valioso. Nós somos o quarto clube de futebol do mundo com essa parceria, e estamos muito orgulhosos com isso. É muito importante para nós estarmos envolvidos em um projeto de responsabilidade social", destacou Ali Öğüdücü, Diretor Comercial do clube turco.
"Acredito que o nível de consciência em constante evolução na Turquia foi coroado com essa aliança entre o Unicef e o Galatasaray", concluiu o Prof. Dr. Tese Kutluk, presidente do Comitê do Unicef na Turquia. 
Kutluk ainda lembrou da importância do órgão da ONU na proteção e no desenvolvimento das crianças do mundo todo, ao citar as taxas de mortalidade infantil em declínio crescente, com a chegada de vacinas e remédios a lugares de difícil acesso, além da erradicação de doenças como a poliomielite em boa parte do planeta.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/unicef-fecha-acordo-sem-fins-lucrativos-com-o-galatasaray_33224.html#ixzz4thjYm0cQ

Amazon e Facebook duelam por direitos de streaming da Premier League

Revelação foi feita em uma entrevista do CEO do Manchester United

As transmissões de grandes eventos esportivos via streaming não param de crescer. E sempre tem cachorro grande brigando por algum dos direitos. Dessa vez, o objeto de desejo é a Premier League. E os lutadores são nada menos do que dois gigantes do mundo das novas tecnologias: Amazon e Facebook.
A informação do duelo pelos direitos do campeonato inglês de futebol foi dada pelo CEO do Manchester United, Ed Woodward, durante uma entrevista. Ou seja, ainda não há nada oficial, mas não há como negar que a fonte é bastante confiável.
Segundo Woodward, tanto Amazon como Facebook estavam interessados em adquirir os direitos de transmissão da Premier League já na última vez em que eles foram colocados à venda. Na ocasião, foram derrotados por BT Sport e BSkyB, que ficaram com os direitos para o período de 2016 a 2019.
Como nenhuma das duas gigantes gosta de perder, o CEO do Manchester United deixou claro que aposta em uma das duas para ficar com os direitos a partir de 2019. É provável que os valores aumentem consideravelmente, o que levaria mais dinheiro aos clubes e, é claro, interessaria bastante a Woodward.
Não é de hoje que Amazon e Facebook estão de olho no mundo esportivo.
Em abril deste ano, a gigante do e-commerce pagou 50 milhões de dólares e venceu a concorrência com YouTube, Twitter, ex-detentor, e o próprio Facebook pelos direitos globais de transmissão por streaming das partidas de quinta-feira à noite da NFL.
Já em agosto, foi a vez de oferecer 10 milhões de libras e tirar da Sky os direitos da ATP para o Reino Unido, na primeira ação da empresa fora dos Estados Unidos. Pelo acordo, a Amazon passará todos os torneios da ATP, incluindo os quatro Grand Slams, os ATP World Tour Masters 1000 e o ATP Finals, que fecha a temporada.
Também em agosto, ainda fechou um acordo com o Eurosport e vai transmitir, para a Alemanha e a Áustria, três Grand Slams de tênis (Aberto da Austrália, Roland Garros e Aberto dos EUA), o Mundial de Moto GP e os Jogos Olímpicos de Inverno, que serão disputados em Pyeongchang, na Coreia do Sul, em 2018. Isso tudo além da Bundesliga, que já está sendo transmitida desde o seu início em 18 de agosto.
O Facebook, por sua vez, tem um acordo importante com a MLS (liga de futebol dos EUA) para transmitir 22 jogos da temporada. E promete muito mais em breve.
Em julho, tanto Amazon como Facebook entraram para o seleto do grupo de empresas que valem mais de meio trilhão de dólares. Ambas têm valorização superior a 40% somente em 2017. 
Além das duas, fazem parte do grupo a Apple, a Microsoft e a Alphabet, controladora do Google.

Borussia Dortmund fecha patrocínio com seguradora médica

IKK Classic desenvolverá campanhas de saúde para torcedores do clube

O Borussia Dortmund fechou um acordo com a seguradora médica IKK Classic. Os valores e a duração do contrato de patrocínio não foram revelados.
A nova parceira será responsável por desenvolver uma plataforma chamada Fit as Borusse, que terá como principal objetivo uma campanha de saúde, com conteúdos profissionais de nutrição e exercícios físicos, para os torcedores do clube alemão.
No começo do mês, o Dortmund já havia fechado outro patrocínio, com a empresa norte-americana Infor, que terá status de “parceira de software” do clube. As ferramentas usadas pela empresa afetarão os departamentos ligados à geração de negócios, como atendimento ao cliente e marketing, além de finanças, inteligência de negócios e gerenciamento de ativos.
O patrocínio máster do time continua sendo a multinacional alemã de produtos químicos Evonik, e o fornecedor de material esportivo é a Puma.
O novo contrato do clube com a IKK Classic ocorre poucos dias depois que a empresa alemã, sediada em Dresden e que tem mais de 3,3 milhões de segurados, registrou uma receita recorde de 405,7 milhões de euros. Desse montante, 87,4 milhões de euros vieram de contratos de publicidade. O lucro da seguradora, no entanto, caiu 72%, para 8,2 milhões de euros.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/borussia-dortmund-fecha-patrocinio-com-seguradora-medica_33223.html#ixzz4thjPoW00

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

CBF não consegue vender amistosos da seleção

Nenhuma emissora de TV aceitou condições de venda de jogos do Brasil pós-Copa

A Confederação Brasileira de Futebol anunciou na noite da quinta-feira (21) o resultado da concorrência para a transmissão das partidas da seleção brasileira. E o resultado não foi bom para a entidade: sem proposta, nenhuma emissora adquiriu o pacote que envolvia exclusividade para a televisão.
Por outro lado, o ‘pacote B’ da venda foi vencido pelo Grupo Globo. Essa modalidade envolvia os direitos de transmissão por plataformas digitais, sem exclusividade. Dessa maneira, a empresa poderá exibir as partidas por streaming, mas não poderá exibir na Rede Globo, na televisão aberta, e no Sportv, na fechada.
Segundo a confederação, o problema para a transmissão em televisão é que as propostas não chegaram ao que a entidade almejava. “A CBF recebeu manifestações de interesse de múltiplas empresas, sem propostas oficiais nos termos do edital publicado”, explicou em comunicado.
As negociações envolveram os direitos de transmissão da seleção brasileira em amistosos e em jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo, quando o time nacional fosse mandante da partida. No total, as conversas envolviam 37 eventos, espalhados entre 2017 e 2022, ano da Copa do Mundo no Qatar.
Os detalhes da negociação foram apresentados há apenas 20 dias, quando a Synergy Football AG, agência responsável pela venda, foi apresentada oficialmente na CBF. O ‘pacote A’, que não foi vendido, envolvia todos os direitos para a televisão, seja aberta, fechada ou ‘pay per view’. Quem adquirisse essa modalidade também levaria os direitos digitais, os mesmos que envolvem o ‘pacote B’.
Para a televisão, o pedido da CBF era de US$ 3,5 milhões por partida, o que representaria US$ 129,5 milhões, cerca de R$ 400 milhões no total. A proposta poderia ser em conjunto com mais de um canal, com um plano de sublicenciamento. A consultoria EY acompanhou todo o processo de concorrência.
Sem um vencedor, a CBF ainda não se manifestou quais serão os próximos passos. A tendência, claro, é que um novo processo seja aberto, com condições mais amenas.
Neste ano, após o término do contrato com a Globo, a CBF distribuiu direitos dos jogos amistosos da seleção por conta própria. A TV Cultura e a TV Brasil, além de alguns parceiros na internet, fizeram a transmissão das partidas.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/cbf-nao-consegue-vender-amistosos-da-selecao_33221.html#ixzz4tPwGzMBa

Emirates valoriza acordo com Real Madrid, afirma site

Empresa pagará 70 milhões de euros ao ano para o clube

O Real Madrid renovou com a Emirates e transformou a parceria na mais valorizada do futebol mundial. O novo acordo será válido até o fim da temporada 2021/2022. A informação foi divulgada pelo site espanhol “Palco 23”, mas ainda não teve confirmação oficial dos dirigentes da equipe da capital espanhola.
Segundo a publicação, o valor anual do acordo passará a 70 milhões de euros, cerca de R$ 260 milhões. Caso seja confirmada a informação, o Real Madrid passaria o Manchester United no maior contrato de patrocínio. Atualmente, a equipe inglesa recebe 62 milhões de euros da Chevrolet. O time também deixaria para trás o Barcelona, que assinou com a Rakuten por 55 milhões neste ano.
Curiosamente, na última temporada o Manchester United ultrapassou o Real Madrid na liderança do ranking promovido pela consultoria Deloitte de clubes mais ricos do mundo. Com faturamento de 689 milhões de euros, a equipe inglesa tirou o domínio de 11 anos dos rivais espanhóis.
O último contrato entre Real Madrid e Emirates era válido até o fim da temporada de 2017/2018. Em termos de exposição, a companhia aérea asseguras as principais propriedades da equipe, com o espaço máster do uniforme de jogo, as camisas de treino e placas publicitárias no estádio Santiago Bernabéu.
Com o Real Madrid, a Emirates garante a presença no mercado esportivo espanhol. Somente com o futebol, a empresa tem entrada nos principais países do futebol europeu. A companhia patrocina o Arsenal, na Inglaterra, o Benfica, em Portugal, o Milan, na Itália, o Paris Saint-Germain, na França, e o Hamburgo, na Alemanha.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/emirates-valoriza-acordo-com-real-madrid-afirma-site_33217.html#ixzz4tPw7Oqpx

Escudo do Palmeiras perde o verde em campanha de preservação

No Dia da Árvore, clube quer conscientizar sobre perigos do desmatamento

Quem está acostumado a ver o escudo do Palmeiras com o verde tão característico tomou um susto hoje nas redes sociais do clube. A ação, no entanto, é por uma boa causa. De forma criativa, o alviverde fez um alerta para o tamanho e a gravidade do problema do desmatamento no país.
Neste 21 de setembro, data em que se comemora o Dia da Árvore, o clube fechou uma parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica e tirou 87,6% do verde do seu escudo, exatamente a mesma quantidade de área desmatada da Mata Atlântica no Brasil. Hoje, há apenas 12,4% da quantidade original.  
Segundo o site oficial do Palmeiras, o objetivo da existência do Dia da Árvore, na mesma data em que se inicia a primavera no Brasil, é "conscientizar a população para a preservação das áreas verdes". 
A parceria entre Palmeiras e Fundação SOS Mata Atlântica já existe desde junho, quando juntos lançaram a campanha "Por um Futuro Mais Verde", um programa de sustentabilidade desenvolvido pelo clube e que, de acordo com o site oficial, "visa estimular em seu público (funcionários, sócios, torcedores, etc.) um comportamento responsável em relação às suas escolhas cotidianas de consumo, descarte, hábitos de vida, entre outros".
No último domingo (17), foram realizadas várias ações educativas na sede social do clube. O presidente palmeirense, Maurício Galiotte, ajudou, inclusive, no plantio simbólico de uma muda de jabuticabeira no térreo do Prédio Multiuso. A árvore servirá como símbolo da parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica.
"O plantio dessa muda é um passo importante da parceria do Palmeiras com a SOS Mata Atlântica. O nosso objetivo é mobilizar todos os nossos torcedores em prol de um futuro mais verde", afirmou Galiotte, ao site do clube.
“Falamos de paixões, pelo futebol e pela natureza. Precisamos da Mata Atlântica para a água que bebemos, para a qualidade do ar, a fertilidade do solo e muitos outros benefícios que ela traz para a nossa qualidade de vida. É o verde do Palmeiras. Podemos fazer juntos uma boa história, começando pelo clube e seus torcedores, tomando atitudes favoráveis ao meio ambiente como economia de energia e reciclagem”, concluiu Mario Mantovani, diretor da Fundação SOS Mata Atlântica.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/escudo-do-palmeiras-perde-o-verde-em-campanha-de-preservacao_33215.html#ixzz4tPvxFpea