Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

NA AMÉRICA DO SUL, ARGENTINOS LIDERAM PEDIDOS POR INGRESSOS DA COPA DE 2018

Neste primeiro lote disponibilizado, cerca de 500 mil entradas foram reservadas para o Mundial


Menos de um ano para a Copa do Mundo FIFA 2018, a FIFA divulgou dados preliminares sobre a demanda por ingressos do Mundial. De acordo com a entidade, do primeiro lote colocado no mercado na última quinta-feira, foram feitos 500 mil pedidos. Os argentinos foram os que mais fizeram reservas entre os países da América do Sul.

Depois da Rússia, que por ser o país-sede há um volume muito maior de compra, MéxicoArgentinaBrasilChinaEstados UnidosColômbia e Alemanha foram os que mais solicitaram entradas. A primeira fase de venda será dividida em duas etapas: a primeira irá até o dia 12 de outubro. Após isso, um sorteio definirá de maneira aleatória quem ficará com cada ingresso.

Para a final da Copa, marcada para o dia 15 de julho no Luzhniki, em Moscou, foram solicitados 50 mil ingressos. Para o jogo de abertura, que será realizado no mesmo local, pouco menos de 40 mil. O estádio tem capacidade para receber 81 mil torcedores. Ao lado do Brasil, seis países já garantiram presença no torneio. São eles: Bélgica, Irã, México, Japão, Arábia Saudita e Coréia do Sul.

Os preços do ingressos estão divididos em quatro categorias. Na 1, a mais cara, os preços ficam entre US$ 210 (R$ 652) e US$ 1.110 (R$ 3.416). Na 2, os valores variam de US$ 165 (R$ 512) a US$ 710 (R$ 2.205). Na 3, de US$ 105 (R$ 326) a US$ 455 (R$ 1.413). A categoria 4, a mais barata, é disponibilizada apenas para os russos.

Fonte: MKT Esportivo

0 comentários :

Postar um comentário