Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Análise: O sucesso dos esportes americanos

Por: Helton Paris


Quando me perguntam sobre o sucesso dos esportes americanos, costumo responder com base na minha própria teoria: americano gosta mesmo é de ser hegemônico (assim como brasileiro gosta de vencer):

As ligas mais famosas e valorizadas são de esportes que NÃO são jogados em alto nível em qualquer outro lugar do planeta (NFL, MLB, NBA, NHL). Não há outro mercado. Não há concorrência e não há sequer um outro lugar para os atletas seguirem suas carreiras.

O futebol, ou soccer, tem outra dinâmica. Não dá espaços para hegemonias. Há alternância clara de poder, ainda que Brasil, Alemanha, Argentina, Itália e outras sejam potências.

Por essa impossibilidade de hegemonia, ainda que a MLS seja uma liga com enorme potencial financeiro, um sucesso como evento (assim como as demais ligas), o americano médio dificilmente criará engajamento para ter atletas (em número ou desempenho) suficientes para ser uma potência no esporte.

A MLS será rica (já é) mas a seleção americana não atingirá o nível que todos esperam. O soccer não será o queridinho do cidadão americano e, a não classificação para a Copa de 2018 piora, e muito, o cenário.

A cultura de futebol vai muito além de uma liga organizada e eventos.


Espero, ao menos, que eles não inventem novas regras (como já tentaram fazer diversas vezes no soccer), para aí sim serem hegemônicos.

0 comentários :

Postar um comentário