Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

SEM ACORDO, PREMIER LEAGUE MANTERÁ DISTRIBUIÇÃO IGUALITÁRIA NOS DIREITOS INTERNACIONAIS

Após diversas reuniões, não houve consenso entre os clubes e a proposta, por enquanto, não será levada adiante


A proposta de acabar com a divisão igualitária dos direitos internacionais de Tv da Premier League não foi adiante. A ideia, que partiu de Manchester City, Manchester United, Tottenham, Arsenal, Liverpool e Chelsea, era de que 35% desta receita deveria ser dividida com base na posição da liga. 

Após diversas reuniões, não se chegou a um consenso e o plano, por enquanto, não será levado adiante. No primeiro encontro que reuniu representantes dos 20 times da elite inglesa, não houve aprovação mínima para que tal iniciativa fosse aprovada, afinal, os clubes considerados menores foram prontamente contra a mudança.

Os direitos internacionais geram atualmente £ 3 bilhões para a Premier League para o triênio de 2016-19. Hoje, cada equipe embolsa anualmente £ 39 milhões e, desde a criação da liga em 1992, esta fatia é repartida igualmente entre todos os participantes.

Como acordos de Tv fechados na China e Estados Unidos elevaram consideravelmente estes números nos últimos anos, fruto da presença cada vez mais constante dos grandes ingleses em partidas de pré-temporada nos países, City, United, Tottenham, Arsenal, Liverpool e Chelsea planejavam garantir um maior retorno financeiro por conta disso. Sem sucesso.

Fonte: MKT Esportivo

0 comentários :

Postar um comentário