Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

MESSI, NAMING RIGHTS E PATROCÍNIO: OS BITCOINS JÁ ESTÃO NA INDÚSTRIA DO ESPORTE

Nova onda mundial das criptomoedas já seduziu Lionel Messi e agora terá um atleta com salário pago em bitcoins


Bitcoin é uma moeda totalmente virtual e que traz como diferencial não ser controlada por um Banco Central. Sua produção ocorre de forma descentralizada por milhares de computadores, que criam esta moeda e registram todas as transações feitas. Eis que esta nova moda da economia global chegou ao esporte.

Primeiro foi Lionel Messi, que se tornou embaixador da israelense Sirin Labs. A empresa irá lançar em breve uma criptomoeda para financiar uma linha de smartphones e computadores chamada de Finney. Ela terá um sistema operacional exclusivo e que permite acesso ao blockchain com segurança.

Agora, dando o primeiro grande passo dentro do esporte, um bilionário dinamarquês do mercado de bitcoins adquiriu o naming rights de um estádio de uma equipe de hóquei da Dinamarca e, como uma espécie de “ativação” de patrocíniopagará o salário da principal estrela do elenco através de moedas digitais.

A partir de 27 de dezembro deste ano, a Bitcoin Suisse, uma corretora financeira codificada e gerente de ativos, se tornará a principal patrocinadora da Rungsted Seier Capital. Como parte do acordo firmado por três anos, a atual Rungsted Arena será renomeado para Bitcoin Arena. Além disso, Nikolaj Rosenthal, principal nome da equipe e filho de um dos proprietários da Rungsted Seier Capital, receberá mensalmente bitcoins como salário.

Como parte do acordo, a Bitcoin Suisse colocará o símbolo do bitcoin no centro da pista de patinação e nos discos de hóquei. Além disso, a Bitcoin Arena terá terminais de pagamento para a Bitcoin e Ethereum(uma nova geração de criptomoeda), bem como para a Bitcoin Cash.

Fonte: MKT Esportivo

0 comentários :

Postar um comentário