Cabeçalho

Logotipo

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Presidente do Santos diz que romperá com Umbro

Empresa afirma não ter sido procurada pelo clube

O novo presidente do Santos, José Carlos Peres, deu uma polêmica declaração em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”. O dirigente, eleito para o cargo máximo do clube paulista neste mês, afirmou que irá romper com a Umbro, um contrato assinado em outubro; o time ainda nem usou materiais esportivos da marca inglesa.
“A Umbro já foi avisada disso. Vamos em busca de outro fornecedor de material. Os valores que foram assinados são irrisórios”, comentou o novo presidente santista à “Folha de S.Paulo”. Segundo a publicação, o clube negocia com a Puma.
A empresa havia assinado um acordo de dois anos com a equipe, ainda nas últimas semanas da gestão de Modesto Roma Jr. Os valores, não confirmados oficialmente, são especulados em R$ 7 milhões por todo o período. A Umbro substituiria a Kappa, marca licenciada pela SPR no Brasil, que havia apostado em um contrato diferente com a equipe, sem valores fixos, apenas com repasse de royalties de venda.
José Carlos Peres alegou que, pelo estatuto do clube, um contrato não poderia ter sido assinado antes de dois meses das eleições. O documento do Santos, no entanto, faz referência apenas a vendas e compras de jogadores. Segundo o texto, o período é de três meses e, para ter alguma exceção, é necessária a aprovação do Conselho Deliberativo, mas sem citação a patrocínios.
A Máquina do Esporte procurou as partes envolvidas, mas nenhuma delas confirmou a declaração de José Carlos Peres. “A Umbro desconhece a informação, pois não foi procurada oficialmente pelo clube. A empresa não comentará publicamente os valores acordados em respeito ao contrato, que prevê cláusula de confidencialidade”, comentou a atual fornecedora de material esportivo em nota oficial.
A Puma, citada como possível substituta da Umbro, também negou qualquer negociação. A empresa afirmou que trabalha em uma nova estratégia de patrocínios a equipes de futebol do Brasil, mas que “não existe nenhuma conversa com o Santos neste momento” e que a marca “respeita contratos vigentes”.
Até o fechamento desta edição, José Carlos Peres não havia respondido à reportagem.
Caso confirme o rompimento com a Umbro, o Santos se une ao São Paulo na busca por uma empresa que forneça material esportivo. O time da capital perdeu a Under Armour no fim deste ano, dois anos antes do que o contrato previa. A empresa queria reduzir os valores pagos à equipe do Morumbi.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/presidente-do-santos-diz-que-rompera-com-umbro_33682.html#ixzz51zoTI6pk

0 comentários :

Postar um comentário