Cabeçalho

Logotipo

sexta-feira, 2 de março de 2018

Uefa, Nike e Pirelli pagam menos, e receita da Inter de Milão cai


Ausência do clube nas competições europeias diminuiu valores repassados


A Inter de Milão teve uma queda de 2,1% em suas receitas no segundo semestre de 2017 com relação ao mesmo período de 2016, e alcançou o montante de 115,7 milhões de euros. O principal motivo foi a ausência do clube nas principais competições europeias (Liga dos Campeões e Liga Europa), o que fez com que o valor investido pela Nike e o dinheiro recebido da Uefa e também por direitos de televisão diminuíssem.
Os dados são da Inter MediaCo, empresa que agrupa todos os negócios ligados a direitos audiovisuais e patrocínios do clube. Fornecedora de material esportivo da Inter, a Nike baixou o investimento de 4,7 milhões de euros para “apenas” 1,9 milhão de euros. Com relação à Uefa, o baque foi ainda maior: 5,6 milhões de euros a menos com direitos audiovisuais. Até a Pirelli, uma das principais patrocinadoras, pagou 5 milhões de euros, sendo que o valor do patrocínio da marca está estimado em 10 milhões de euros, exatamente o dobro.
O que fez com que o total não caísse ainda mais foi a presença da gigante chinesa Suning, que detém a maior parte das ações do clube e também é a principal patrocinadora. O aporte é de 16,5 milhões de euros e pode chegar a 21 milhões de euros dependendo de variáveis. A maior parte da receita total, no entanto, ainda vem da Serie A (Campeonato Italiano), em que o clube recebeu quase 65 milhões de euros com direitos de televisão.
Além disso, os 13 milhões de euros fixos pagos pela agência de marketing chinesa Beijing Yixinshijie para explorar a marca Inter de Milão na Ásia também caíram bem nas contas do clube. Por último, o time italiano conseguiu 7,3 milhões de euros (2,3% a mais que no período anterior) com a exploração dos direitos audiovisuais por meio de um canal próprio.
Para ter um primeiro semestre de 2018 melhor, a Inter luta para conseguir uma vaga em uma das ligas europeias. As duas vagas na fase de grupos da Liga dos Campeões estão distantes por conta da ótima temporada de Napoli e Juventus. O clube, no entanto, briga com Lazio e Roma pela vaga nos playoffs da Champions ou, pelo menos, por uma vaga direta na fase de grupos da Liga Europa.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/nike-uefa-e-tv-pagam-menos-e-inter-de-milao-tem-queda-em-receita_34066.html#ixzz58d1utDnu

0 comentários :

Postar um comentário