Cabeçalho

Logotipo

segunda-feira, 30 de abril de 2018

REBAIXADO PARA A TERCEIRA DIVISÃO, SUNDERLAND É OFICIALMENTE VENDIDO


Em duas temporadas, clube caiu da primeira para a terceira divisão


Vivendo uma fase tenebrosa em sua história, o Sunderland, que saiu da Premier League para a terceira divisão em apenas dois anos, foi vendido para um consórcio internacional liderado por Stewart Donald. O clube estava à venda há alguns meses e o acordo agora está sujeito à aprovação da EFL.

Stewart Donald é presidente do Eastleigh FC, da National League, desde 2011 e pelo negócio firmado se viu obrigado a colocar a modesta equipe à venda (ele a comprou por £ 10 milhões). Os Black Cats serão comprados pelo empresário sem dívida alguma. O ex-proprietário e presidente do Sunderland, Ellis Short, comandou o clube por dez anos, mas deixará o comando marcado por seguidos rebaixamento.
“Não é nenhum segredo que eu tenho tentado vender o Sunderland, mas eu esperei até que o grupo certo aparecesse, que tivesse experiência, finanças e planejasse levar este grande clube de volta para onde ele merece estar”, declarou Short em um comunicado. “Eu estava determinado a garantir que eu deixasse o Sunderland nas melhores mãos possíveis e no melhor estado possível para continuar. Para conseguir isso, ofertas mais altas de compradores menos qualificados foram rejeitadas, e eu paguei todas as dívidas do clube para deixá-lo financeiramente forte e sem dívidas pela primeira vez desde anos antes de eu adquiri-lo”, completou.
“Todos nós acreditamos que o Sunderland representa uma oportunidade extraordinária. Nosso grupo esteve envolvido na construção – ou reconstrução – de clubes de futebol para alcançar seu potencial e acreditamos que ao longo da última década adquirimos as condições necessárias para superar os muitos desafios que enfrentaremos neste grande clube”, destacou Stewart Donald.
Sobre os planos futuros, segundo o novo proprietário, a comunidade local terá forte influência nesta espécie de reconstrução. “Temos um plano cuidadosamente planejado para reestruturar o clube, torná-lo sustentável e, com a ajuda dos torcedores, restaurar seu senso de orgulho e reconectá-lo à comunidade local. Resumindo, estamos arregaçando as mangas para fazer o que precisa ser feito para preparar o clube para começar a competir novamente”.



Fonte: MKT Esportivo



0 comentários :

Postar um comentário