Cabeçalho

Logotipo

quinta-feira, 28 de junho de 2018

China banca 35% de receita de patrocínio da Copa do Mundo


País tem quatro aportes entre os principais, além de um acordo regional


O investimento das empresas chinesas no patrocínio à Fifa e à Copa do Mundo soma US$ 835 milhões e corresponde a mais de um terço de toda a arrecadação com patrocínios na Copa do Mundo da Rússia. Os números foram divulgados pela empresa de pesquisas Zenith Group, que fez um levantamento com todos os patrocinadores que estão expostos no Mundial.

Os números comprovam a aposta cada vez maior de empresas chinesas no patrocínio à Copa do Mundo, que tem sido bastante assistida pelo público na China. O país asiático tem o grupo Wanda como parceiro da Fifa e mais três empresas (Hisense, Mengniu e Vivo) como patrocinadoras do Mundial.
Além das quatro, a Yadea fechou um acordo regional para o mercado asiático, o que fez da China, ao lado da Rússia, anfitriã da competição, o país com mais aportes à Copa do Mundo.
A presença de mais patrocinadores chineses na Copa levou também a um aquecimento do mercado local em relação ao torneio. Além dos patrocinadores da Copa, outras empresas têm despontado com o patrocínio a atletas como Cristiano Ronaldo, Messi e Neymar.
Para completar, com o sucesso de audiência em território chinês, aumentaram as especulações de que o país poderia se candidatar a ser sede do Mundial de 2030. Até o momento, a candidatura tripla de Argentina, Paraguai e Uruguai, além do Marrocos, são as únicas oficiais. A imprensa britânica especula que a Inglaterra também pode entrar na briga.

Original: http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/china-banca-35-de-receita-de-patrocinio-da-copa-do-mundo_34834.html#ixzz5JkCRLui4

0 comentários :

Postar um comentário