Cabeçalho

Logotipo

segunda-feira, 25 de junho de 2018

PROPRIETÁRIO DO CHICAGO CUBS ANUNCIA DESEJO DE COMPRAR O AC MILAN


Atual dono do clube, Li Yonghong enfrenta dificuldades para pagar empréstimo e pode não ter vida longa em Milão


Li Yonghong pode estar com os dias contados à frente do AC Milan. Tendo feito um empréstimo de € 300 milhões junto ao fundo de private equity Elliott, o empresário chinês tem penado para conseguir devolver o valor recebido.


Nesta luta para que o fundo norte-americano não assuma o controle total do clube italiano, surge o interesse explícito da família proprietária do Chicago Cubs, da Major League Baseball. Os ‘Ricketts’ assumiram que estão interessados em desembarcar em Milão de olho em “um investimento de médio a longo prazo” para criar “um forte vínculo com a cidade”.

“Estamos muito interessados ​​em adquirir a maioria das ações do Milan. Ganhamos um campeonato com os Cubs depois de investimentos de longo prazo, estando no centro do projeto da equipe e seus arredores, seus fãs e a cidade de Chicago. A intenção é adotar esta mesma abordagem no Milan”, afirmou a família Ricketts em um comunicado oficial. A família Ricketts adquiriu uma participação majoritária nos Cubs em 2009 e a equipe venceu a World Series 2016 sob sua gestão.

A novidade surge também em um momento em que o Milan, sete vezes campeão europeu, enfrenta sanções da UEFA por violação dos regulamentos financeiros do Fair Play. Para reforçar o elenco na última temporada, o clube gastou € 200 milhões em novos jogadores mesmo diante da instabilidade financeira do consórcio chinês que comprou o clube de Berlusconi por US$ 800 milhões em abril de 2017.

Hoje, os chineses trabalham com a Merrill Lynch para refinanciar a dívida, embora, por enquanto, não exista solução. Com os norte-americanos, há a promessa de redirecionar o AC Milan para que ele volte a ser um gigante da Europa. Seria, portanto, uma mudança de rumo que deixaria Li Yonghong com uma posição minoritária no quadro associativo.

Por outro lado, em sua edição de sábado, a Gazzetta dello Sport informou que há também outra parte americana – sem revelar nomes – interessada em comprar os Rossoneros.

Fonte: MKT Esportivo



0 comentários :

Postar um comentário