Cabeçalho

Logotipo

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Gillette cria campanha para defender Neymar


Marca patrocinadora do atleta lança vídeo com desabafo sobre fama de cai-cai



Patrocinadora de Neymar, a Gillette decidiu criar uma campanha publicitária para defender o jogador. A marca lançou no último domingo (29), no intervalo do programa Fantástico, da Rede Globo, e simultaneamente nas redes sociais, um “desabado” do camisa 10 da seleção e do Paris Saint-Germain.

O vídeo tem um minuto e meio de duração. Com imagens de Neymar em preto e branco, ele próprio faz a narração, em que fala das dores recentes, físicas e psicológicas. O jogador cita a fama de simular jogadas e de cair muito em campo, algo que tomou proporção mundial durante a última Copa do Mundo.
“Você pode achar que eu caí demais, mas a verdade é que eu não caí. Eu desmoronei. Isso dói muito mais do que qualquer pisão ou tornozelo operado”, afirmou.
Segundo a Gillette, a campanha foi motivada a partir de um estudo feito pela marca em dez países com mais de 5 mil homens em que foi constatado que mais de 70% deles consideram que transformações diárias contribuem de forma positiva para a sensação de bem-estar.
Essa pesquisa ainda indica que 60% dos homens acreditam que o momento de se refletir sobre desafios e conquistas, no dia a dia, é em frente ao espelho, geralmente quando se faz a barba. 
Neymar também falou de algumas situações em que costuma ser criticado.
“Quando eu saio sem dar entrevista, não é porque eu só quero os louros da vitória, mas porque eu ainda não aprendi a te decepcionar. Quando eu pareço malcriado, não é porque eu sou um moleque mimado, mas é porque eu não ainda não aprendi a me frustrar”, discorre ao longo do comercial.
No fim do vídeo, Neymar faz um pedido para que os torcedores o ajudem neste momento de retomada: “Eu caí, mas só quem cai pode se levantar. Você pode continuar jogando pedra, ou pode jogar essas pedras fora e me ajudar a ficar de pé. E quando eu fico de pé, parça, o Brasil inteiro levanta comigo”.
A Gillette assina o fim do vídeo com o rosto do Neymar, agora em cor, com a frase “um novo homem todo dia”.
Essa foi a vez mais efetiva em que Neymar lutou contra os ruídos que têm permeado sua imagem desde a Copa do Mundo de 2018. Foi também a primeira vez que em que o jogador se posicionou de modo a deixar claro que compreende que existem atritos entre ele e os torcedores brasileiros.
Durante a Copa, Neymar virou piada entre brasileiros e estrangeiros pelo excesso de simulação. Ao fim do Mundial, preferiu não falar com a imprensa. Na época, o jogador usou o Instagram para se manifestar sobre o “momento mais triste” de sua carreira. Mas não citou qualquer coisa referente a uma crise de imagem.
Mais recentemente, o jogador realizou um leilão beneficente e pela primeira vez falou publicamente sobre a Copa do Mundo deste ano. Na ocasião, disse que as críticas e as brincadeiras eram um “exagero”.
Fonte: Máquina do Esporte



Puma lança terceira camisa do Arsenal em evento para torcedores


Uniforme foi revelado durante pré-temporada do clube inglês em Cingapura


A Puma apresentou nesta sexta-feira (27) a nova terceira camisa do Arsenal para a temporada 2018/2019. O lançamento ocorreu de uma maneira diferente, feito exclusivamente para torcedores, no centro de eventos Esplanade, em Cingapura. O clube inglês realiza sua pré-temporada no país asiático.  

Os escolhidos para desfilar no palco do Esplanade foram o lateral Bellerín, o atacante Lacazette, o zagueiro Papastathopoulos e o goleiro Petr Cech. Eles mostraram o novo uniforme aos torcedores, que se mostraram empolgados em participar da experiência.
Produzida em azul-claro com os logotipos da Puma, do Arsenal e dos patrocinadores em azul-escuro, a camisa 3 utiliza um tecido tecnológico que proporciona uma sensação de “segunda pele” aos jogadores. A ideia é que o tecido se mexa em harmonia com os movimentos do atleta.
Segundo a Puma, as cores utilizadas foram inspiradas no uniforme da temporada 1982/1983, que ficou conhecido entre os torcedores como “Bluebottle”. O shorts e os meiões são no mesmo tom azul-claro.
A camisa ainda apresenta um “W” projetado em homenagem ao esquema “WM”, introduzido no time nos anos 1930 pelo ex-técnico Herbert Chapman, considerado uma lenda pelo clube. O “W” está diretamente ligado ao “M” que foi projetado na camisa 2.
O novo uniforme já foi colocado à venda nas lojas físicas do Arsenal em Londres e também fora da Inglaterra, assim como no site oficial do clube.
Os Gunners ainda aproveitaram o dia para anunciar uma nova parceria global com a empresa de tecnologia Acronis, líder mundial em serviços de proteção de dados e armazenamento em nuvem.
Fonte: Máquina do Esporte




Novo estádio do Tottenham será aberto sem venda de naming rights


“The Tottenham Hotspur Stadium” terá primeiro jogo oficial em 15 de setembro


Máquina do Esporte vem informando há vários meses que o Tottenham fechou uma série de parcerias para o novo estádio do clube, que vem sendo construído em Londres. Nesta sexta-feira (27), no entanto, os Spurs anunciaram que o local será inaugurado como “The Tottenham Hotspur Stadium”, ou seja, não terá seus naming rights vendidos.

A notícia pegou de surpresa os veículos de comunicação britânicos. Com parcerias fechadas com empresas como Daktronics, Beavertown, GKR Scaffolding, Zumtobel Group, Schneider Electric, Mitel, Redstone Connect, Harman e SCX, era esperado que o clube fechasse um grande acordo pelos direitos de nome.
Um estudo recente da consultoria Duff & Phelps chegou à conclusão de que os naming rights do novo estádio poderiam gerar um acordo de mais de 15 milhões de libras por ano aos Spurs. O próprio Tottenham imaginava algo até maior, em torno de 20 milhões de libras anuais, ao mesmo tempo em que queria um bom “encaixe de marca”, provavelmente com uma marca B2C.
Tudo, no entanto, não passou de suposição. O estádio, orçado em 850 milhões de libras e que poderá receber até 62 mil espectadores para jogos da Premier League, Liga dos Campeões e Liga Europa, além de shows e até um jogo anual da NFL, não terá seus naming rights vendidos.
O anúncio mostra mais uma vez a dificuldade encontrada pelos clubes ingleses em vender os direitos de nome de seus estádios. O London Stadium, erguido para os Jogos Olímpicos de 2012 e que atualmente é a casa do West Ham, teve uma série de tentativas fracassadas e também não conseguiu ter êxito na venda até o momento.
Entre os grandes clubes ingleses, apenas o Arsenal (Emirates Stadium) e o Manchester City (Etihad Stadium) possuem os naming rights de seus estádios vendidos.
Em 2008, quando o projeto do novo estádio começava a decolar, o presidente do clube, Daniel Levy, chegou a declarar que um acordo de venda dos direitos de nome eram “um componente necessário e crítico do financiamento de um estádio de futebol moderno”.
Sem os naming rights comercializados, o estádio será inaugurado no dia 15 de setembro, quando o Tottenham receberá o Liverpool, pela 5a rodada da Premier League.
Fonte: Máquina do Esporte



sexta-feira, 27 de julho de 2018

Arsenal fecha parceria global com empresa de tecnologia Acronis


Contrato foi assinado em Cingapura, onde o clube realiza a pré-temporada



O Arsenal anunciou nesta sexta-feira (27) uma parceria global com a Acronis, líder mundial em serviços de proteção de dados e armazenamento em nuvem. O acordo, que não teve os valores divulgados, será válido pelos próximos três anos.
Pelo contrato, a Acronis ficará responsável por armazenar os dados do Arsenal com segurança, incluindo imagens de todas as sessões de treinamento, no campo e fora dele, da equipe.
Em troca, a empresa terá exposição em todos os jogos dos Gunners no Emirates Stadium, assim como nos backdrops colocados nas entrevistas coletivas e outros ativos de mídia de propriedade do clube, inclusive digitais. A Acronis ainda poderá organizar eventos B2B em vários mercados com o apoio de executivos do Arsenal.
“No mais alto nível de concorrência, os dados são um ativo fundamental. As equipes que entendem sua importância são parceiras da Acronis para otimizar o gerenciamento de dados. O Arsenal FC tem sido um líder no uso de dados, e é por isso que temos orgulho de nos associarmos a eles. Isso mostra que a tecnologia da Acronis é perfeitamente adequada para ambientes com alta pressão e intensidade digital, mesmo aqueles que estão sempre em trânsito. Estamos confiantes de que esta parceria beneficiará o Arsenal, a Acronis e todos os nossos parceiros e clientes”, afirmou John Zanni, presidente da Acronis.
O anúncio da nova parceria foi feito em Cingapura, onde o clube inglês realiza a pré-temporada.
“À medida que desfrutamos de outra turnê de pré-temporada extremamente bem-sucedida em Cingapura, temos o prazer de receber a Acronis em nossa família de parceiros oficiais. A Acronis é líder mundial em serviços de backup de dados e sua tecnologia avançada garantirá que os dados do clube estejam seguros e protegidos. Estamos ansiosos para trabalhar com a Acronis e apoiá-los nos seus planos de crescimento de negócios”, concluiu Vinai Venkatesham, diretor comercial do Arsenal.
Fonte: Máquina do Esporte


Crefisa, mais uma vez, ameaça Palmeiras em eleição


Leila Pereira citou possível retirada do patrocínio contra Mustafá Contursi




Cada vez mais presente na vida política do Palmeiras, a presidente da Crefisa, Leila Pereira, gerou uma nova polêmica no clube. Em meio às discussões sobre o aumento de tempo do mandato da presidência do time, a executiva deu entrevista em que ameaçou deixar o patrocínio à equipe.
“É óbvio que não vou renovar o patrocínio, tendo a caneta na mão, para uma pessoa que é minha inimiga”, afirmou Leila Pereira ao Blog do Ohata, do portal UOL. Sem citar nome diretamente, a executiva se referiu a Mustafá Contursi, que faz oposição ao atual presidente Maurício Galiotte, parceiro de Leila.
A declaração, no entanto, teve imediatamente uma má repercussão dentro do Palmeiras, e não foi só a oposição que se mostrou irritada. O trio de vice-presidentes Genaro Marino, Victor Fruges e José Carlos Tomaselli lançou uma nota para demonstrar repúdio às ameaças da Crefisa.
“Ninguém que é verdadeiramente torcedor da S.E.P. pode aceitar que nosso clube seja, mais uma vez, coagido. Sobretudo colocado sob o revólver do poder econômico por conta de interesses e gostos particulares ou vaidades pessoais”, afirmou o comunicado. Os vice-presidentes do clube já haviam se afastado de Galiotte devido à influência de Leila Pereira dentro da equipe.
Essa não é a primeira vez que a executiva usa a imprensa para fazer ameaças ao Palmeiras após um desentendimento político. Em 2015, por exemplo, Leila afirmou ao “Lance!” que poderia largar o clube e fechar com o Flamengo, que daria “muito mais visibilidade”. À época, ela estava brigada com o então presidente Paulo Nobre.
Fonte: Máquina do Esporte


Chegada de CR7 faz TIM voltar atrás e renovar com Italiano


Trenitalia, por sua vez, acertou naming rights da Copa da Itália e da Supercopa


A chegada de Cristiano Ronaldo ao futebol italiano após ser contratado pela Juventus não para de ter consequências. Depois de ter desistido de ter o title sponsor da Serie A italiana que era sua propriedade desde 1998, a operadora de telefonia celular TIM voltou atrás e renovou contrato pelas próximas três temporadas.

Pelo novo acordo, a Lega Serie A, entidade que organiza o campeonato italiano, receberá 15 milhões de euros por ano da TIM que, assim, chegará a 23 anos ao lado do principal torneio do futebol tetracampeão do mundo.
Tudo mudou após o anúncio da Juventus. O contrato com a TIM havia expirado em 30 de junho, e a empresa até chegou a tentar renovar, mas por um valor bem menor por uma questão estratégica. A Lega Serie A não aceitou.
Logo após a chegada de Cristiano Ronaldo ao futebol do país, começaram a pipocar interessados. Os mais assíduos foram a multinacional sul-coreana de eletrônicos Samsung e a Trenitalia, principal companhia de transporte ferroviário italiana. Foi aí que a TIM percebeu que poderia estar perdendo o momento em que o futebol italiano terá a maior visibilidade dos últimos anos e voltou atrás. As conversas com a Lega Serie A progrediram rapidamente, e a renovação foi acertada.
A Trenitalia, por sua vez, não ficou de mãos abanando. A empresa vai usar a marca Frecciarossa, com a qual comercializa suas viagens, para os naming rights da Copa da Itália e da Supercopa, que coloca frente a frente os campeões da Serie A e da própria Copa da Itália. Para isso, pagará 5 milhões de euros por ano pelas próximas três temporadas, mas com direitos restritos ao território italiano.
Isso porque a Lega Serie A tem o objetivo de fechar os mesmos naming rights com uma marca internacional. Nos próximos cinco anos, já ficou decidido que, em três deles, o jogo da Supercopa será realizado na Arábia Saudita, por exemplo.
A temporada 2018/2019 será a primeira em que existirão dois contratos distintos. Até a última temporada, a TIM tinha os direitos de nome não só da Serie A mas também da Copa da Itália.
Fonte: Máquina do Esporte




Lyon cresce 16% em 2017/2018 e encosta no Top 20 da Europa


Clube francês faturou 289 milhões de euros, em especial com transferências



O Lyon tem uma meta clara para a próxima temporada: entrar no seleto grupo dos 20 clubes de futebol que mais faturam na Europa. Isso acontece depois do clube francês ter divulgado que faturou 289 milhões de euros em 2017/2018, cresceu 16% e tem planos cada vez mais ambiciosos no futebol do Velho Continente.
De acordo com o próprio Lyon, o resultado da última temporada deixou o clube à beira do Top 20 europeu em faturamento. E o principal motivo foi a quebra do recorde de dinheiro ganho com transferências de jogadores, que geraram 43,9% de toda a receita.
O clube francês nunca tinha vendido tão bem como na temporada passada. Foram 125,3 milhões de euros, mais do que o dobro em relação a 2016/2017. Ao todo, 14 jogadores deixaram o clube, com Alexandre Lacazette sendo o mais valorizado. O atacante foi vendido ao Arsenal por 50,1 milhões de euros.
Com relação aos patrocínios, houve um ganho de 4%, chegando a 30,1 milhões de euros. A principal novidade foi a renovação do patrocínio máster com a montadora sul-coreana Hyundai para competições nacionais, como Campeonato Francês (Ligue 1) e Copa da França, anunciada em dezembro.
Outro destaque ficou por conta do estádio do clube, o Groupama Stadium. O local foi bastante utilizado para shows e eventos em geral e gerou 15,6 milhões de euros para os cofres do clube, 70% a mais do que na temporada anterior.
Nem o fato do clube não ter disputado a Liga dos Campeões pesou. E olha que o dinheiro que entra por conta da principal competição europeia é dos melhores. A venda de ingressos diminuiu 15% (37,3 milhões de euros) e a receita com direitos de transmissão caiu 34% (65,2 milhões de euros).
Para a temporada que está prestes a começar, as ambições são grandes. O clube espera utilizar ainda mais seu estádio como um dos pilares de crescimento e ainda retornará à disputa da Liga dos Campeões, o que deve gerar um aumento considerável de receita com venda de ingressos e direitos televisivos.
Para fechar, o novo acordo da Ligue 1 com o grupo de mídia espanhol Mediapro também é uma boa notícia para o Lyon. A empresa pagará 60% a mais pelas retransmissões de jogos do Campeonato Francês em relação ao que foi pago em 2017/2018.
Fonte: Máquina do Esporte


Tottenham fecha com subsidiária da Samsung para novo estádio


Harman Professional Solutions será responsável pelo áudio da nova casa dos Spurs


Cada vez mais próximo de ser inaugurado, o novo estádio do Tottenham não para de fechar acordos com grandes empresas interessadas em aliarem seus nomes à megaconstrução. Dessa vez, foi a Harman Professional Solutions que acertou com os Spurs e será responsável por todo o sistema de áudio da nova casa do clube.

De acordo com o contrato, a Harman deverá fornecer uma variedade de equipamentos de áudio de última geração, incluindo uma gama de amplificadores, alto-falantes JBL e subwoofers. Fundada em 1980, a empresa americana é, desde 2016, subsidiária da multinacional sul-coreana Samsung.
“O Tottenham Hotspur é um dos clubes mais históricos e prestigiosos do futebol, e a Harman Professional Solutions tem a honra de oferecer uma solução de áudio de última geração em seu incrível novo estádio”, afirmou Chris Smith, vice-presidente da empresa.
“A Harman Professional Solutions é uma provedora líder de mercado em soluções de áudio de classe mundial, e temos o prazer de anunciá-la como nova fornecedora oficial de áudio para o novo estádio do Tottenham”, declarou Matthew Collecott, diretor financeiro e de operações do clube inglês.
A Harman é a mais nova de uma longa lista de parceiros já anunciada pelos Spurs para o novo estádio. A subsidiária da Samsung se junta a empresas como Daktronics, Beavertown, GKR Scaffolding, Zumtobel Group, Schneider Electric, Mitel, Redstone Connect e SCX, que está instalando um campo retrátil no estádio.
A ideia era que a nova casa dos Spurs estivesse prevista para estrear no começo da temporada 2018/2019. No entanto, por conta de alguns atrasos, a primeira partida oficial do Tottenham no estádio deverá ser em 15 de setembro, diante do Liverpool, pela 5a rodada da Premier League. Até lá, alguns jogos-testes deverão ser realizados.
Fonte: Máquina do Esporte



New Balance usa game e lança terceira camisa do Liverpool


Em parceria com a Konami, clube e marca usaram jogo PES 19 para novidade


A New Balance lançou, nesta quarta-feira (25) a terceira camisa do Liverpool para a temporada 2018/2019. Em parceria com a desenvolvedora de jogos Konami, clube e marca usaram o game Pro Evolution Soccer (PES) 19 para mostrar a novidade aos torcedores. Nas imagens, jogadores do clube aparecem usando a novidade no jogo.

O novo uniforme faz parte da campanha “This Mean More”, criada pela New Balance para representar o sentimento que os torcedores do Liverpool sentem ao vestir a camisa do clube.
“Esse terceiro kit completa a coleção de destaque de kits de desempenho da New Balance para o Liverpool FC. O uniforme foi desenvolvido para ajudar o time a jogar o seu melhor e prestar homenagem ao clube. Temos certeza que essa será uma camisa que os jogadores e torcedores vestirão com orgulho”, declarou o gerente geral de futebol da New Balance, Kenny McCallum.
“Tivemos uma forte campanha em 2017/ 2018 e mal podemos esperar para que a temporada desse ano comece. Estou ansioso para entrar em campo e vestir o kit. É um uniforme muito forte”, afirmou Virgil van Dijk, zagueiro do Liverpool.
O novo uniforme foi desenvolvido com a tecnologia NB Dry, tecido que permite a remoção da umidade da pele e ajuda os jogadores a se sentirem secos e por toda a partida.
A camisa possui uma estampa gradiente prateada, com os logos do clube, da marca e dos patrocinadores na cor vermelha, além de faixas reflexivas nos ombros. Já o shorts é cinza, feito com tecido em stretch.
Outro destaque são os meiões, que possuem zonas elásticas nos tornozelos e uma proteção acolchoada no calcanhar de Aquiles. A zona do calcanhar, aliás, foi projetada com material macio e de fácil ventilação para promover aos atletas mais conforto e segurança durante os jogos.
A nova camisa já está disponível no e-commerce da New Balance (newbalance.com.br) e também nas lojas da marca ao preço de R$ 279,90. O shorts e a camisa de goleiro, rosa com mangas pretas e logotipos também bordados em preto, não serão vendidos no Brasil.
Fonte: Máquina do Esporte




quarta-feira, 25 de julho de 2018

Topper substitui Adidas e é nova parceira do Figueirense


Contrato foi assinado até 2021; marca chega a 12 equipes entre Séries A, B e C



A Topper anunciou nesta terça-feira (24) que será a nova fornecedora de material esportivo do Figueirense. A marca substituirá a Adidas, em um movimento parecido com o que foi feito há pouco mais de dois meses, quando também entrou no lugar da empresa alemã no uniforme da Ponte Preta.
O contrato foi assinado até 2021 e vale para todas as equipes de futebol profissional e também as categorias de base do clube catarinense. Segundo a Topper, o novo uniforme já está em fase de desenvolvimento e será lançado em agosto.
“A Topper cresce e investe para ampliar cada vez mais sua participação no futebol brasileiro.  É com grande orgulho que anunciamos a parceria com o Figueirense, o que nos torna a principal fornecedora das séries A, B e C do Campeonato Brasileiro. Tenho certeza que a torcida alvinegra também terá muito orgulho de vestir nosso uniforme”, afirmou Leonardo Chamsin, CEO da BR Sports, empresa detentora da marca Topper Brasil.
Com o Figueirense, a Topper alcança sua 12aparceria entre os clubes que disputam as três principais divisões do futebol brasileiro. São cinco da Série A (Atlético-MG, Botafogo, Ceará, Paraná e Vitória), cinco da Série B (Brasil de Pelotas, Figueirense, Goiás, Guarani e Ponte Preta) e mais dois da Série C (Náutico e Remo).
O anúncio foi feito nesta terça-feira (24), pouco antes da partida entre Figueirense e Vila Nova, vencida pelos catarinenses por 2 a 1. Com o resultado, o time chegou à terceira colocação na tabela de classificação da Série B. Os quatro primeiros sobem à elite do futebol brasileiro em 2019.
Fonte: Máquina do Esporte

Mediapro será fornecedora do VAR para a Conmebol


Empresa de mídia espanhola registrou marca para a Europa no início do mês



O grupo de mídia espanhol Mediapro venceu o concurso público e ganhou os direitos de fornecer a tecnologia da arbitragem de vídeo (VAR) para as competições organizadas pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). O contrato é válido para o restante da temporada 2018 e também a de 2019. Os valores não foram divulgados.
Pelo acordo, estão incluídas as competições já bastante conhecidas do público brasileiro: Copa Libertadores da América, Copa Sul-Americana, Recopa Sul-Americana e também a Copa América, principal competição entre seleções do continente, que será disputada no Brasil em 2019.
Com a aquisição na América do Sul, a Mediapro cresce ainda mais no quesito VAR. Na próxima temporada, o grupo de mídia terá os direitos de fornecer a tecnologia para a LaLiga (campeonato espanhol), além dos campeonatos português, mexicano e dos Emirados Árabes Unidos.
Vale lembrar que, no início do mês, a empresa fez o registro da marca VAR para a Europa e terá uso exclusivo dela pelos próximos dez anos. O registro foi feito através de dois banners: um com a assinatura Mediapro no logotipo e outro sem ela.
Com o registro, a Mediapro será a única a oferecer serviços de transmissão de mensagens e imagens, vídeos por meio de redes digitais e serviços de comunicação por vídeo e para auxiliar na arbitragem de eventos esportivos para os países europeus.
Fonte: Máquina do Esporte

Serie A da Itália lança pacotes para exibição em cinemas e teatros


Interessados já poderão aproveitar novidade na estreia da temporada 2018/2019



A Serie A, nome pelo qual é conhecido o campeonato italiano dentro da própria Itália, anunciou nesta terça-feira (24) o lançamento de um novo pacote de jogos para a temporada 2018/2019. E não, não é em nenhum canal de televisão aberta ou fechada ou no streaming. A novidade envolve cinemas e teatros.
A novidade é possível graças a um acordo de direitos audiovisuais não exclusivos da Lega Serie A, que organiza a competição. A única restrição é que as partidas só podem ser exibidas em cinemas e teatros públicos que estejam localizados a mais de 80 quilômetros do local onde está sendo realizado o jogo.
O esquema inovador também tem outra peculiaridade: vai trabalhar jogo a jogo. Os estabelecimentos interessados ​​em fornecer a cobertura de uma determinada partida terão que fazer o pedido de forma on-line para a Lega Serie A. A permissão para a transmissão virá mediante o pagamento de uma taxa de € 150 (cerca de R$ 653).
De acordo com o diário de negócios italiano “Il Sole 24 Ore”, a divisão do faturamento será de 60% da renda para a Lega Serie A e 40% para os donos dos cinemas e teatros.
A novidade já estará a pleno vapor na estreia da temporada 2018/2019 da Serie A, que está marcada para o fim de semana dos dias 18 e 19 de agosto.
Fonte: Máquina do Esporte




Festa de aniversário do Fluminense faz sucesso com “Flu de Truck”


Comemoração dos 116 anos contou com lançamento de novo espaço gastronômico



A Flu Fest, tradicional comemoração de aniversário do Fluminense, foi realizada no último sábado (21) e fez sucesso entre os torcedores do clube. Um dos principais destaques foi o “Flu de Truck”, espaço gastronômico montado ao lado de um espaço de lazer no estacionamento atrás do campo das Laranjeiras, sede do tricolor carioca.


A ideia da diretoria foi criar um ambiente diferente, que tivesse atrações grastronômicas e também de entretenimento, em especial para a criançada. O “Flu de Truck” contou com nove food trucks, que disponibilizaram comidas e bebidas variadas para torcedores tricolores de várias partes do país. A festa ainda teve DJs, barbearia, SPA e grafismo.

“A estreia foi superpositiva. Conseguimos levar aos torcedores entretenimento e gastronomia em uma data mais do que especial. O local da estreia do ‘Flu de Truck’ não poderia ser em um lugar diferente: nas Laranjeiras. Recebi muitos pedidos de torcedores para fazermos mais ‘Flu de Truck’”, revelou Igor Cavaco, coordenador de operações de jogos e arenas do Fluminense.

A Flu Fest deste ano comemorou os 116 anos do clube carioca. Além dos espaços montados, a festa aidna contou com um jogo de despedida do goleiro Ricardo Berna e um show da banda Blitz.

“Nosso objetivo é conseguir repetir o evento nos jogos do Fluminense como mandante no Maracanã ou onde formos jogar. O mais bacana de tudo é que todas as atrações, entre artistas e expositores, são torcedores do Flu. Então, conseguimos fazer uma festa de tricolor para tricolor. Todos saíram satisfeitos”, concluiu Cavaco.

Em abril, a Máquina do Esporte tinha antecipado que, para este ano, a Flu Fest contaria com uma ideia diferente. O clube criou um projeto para o torcedor doar ao menos R$ 5 para financiar a realização da festa, que foi orçada em R$ 100 mil. A iniciativa do financiamento coletivo, também conhecido como crowdfunding, foi a sexta do gênero feita pelo Fluminense desde 2012 e sempre tem como meta resgatar a história do clube.

Fonte: Máquina do Esporte



MILAN ANUNCIA O RETORNO DE LEONARDO COMO DIRETOR ESPORTIVO


Em sua nova função, chamada de “direção geral da área técnico-esportiva”, Leo cuidará dos movimentos do clube dentro do mercado



AC Milan anunciou nesta tarde o retorno de Leonardo. Através de uma imagem que destaca que “Leo está em casa de novo“, o clube italiano divulgou um comunicado em seu site oficializando o brasileiro como seu novo diretor esportivo.

Em sua nova função, chamada pelos rossoneri de “direção geral da área técnico-esportiva“, Leonardo cuidará dos movimentos do Milan dentro do mercado de transferências, seja na manutenção do elenco, como também no papel de intermediário entre atletas e a presidência.

“O retorno de Leonardo, um grande rossonero e um campeão do mundo, é outro passo em direção ao sucesso. A escolha por Leonardo também é um sinal de comprometimento de Elliott a adicionar figurar de experiência internacional, que saibam o que significa trazem o Milan de volta à grandeza. Leonardo Será o responsável pela área esportiva, assim como o mercado de transferências e terá todo o suporte necessário para fortalecer e racionalizar o time, de acordo com as regras do Fair Play Financeiro da Uefa”, disse Paolo Scaroni, presidente executivo do clube.

Trata-se de mais uma passagem de Leonardo pelo Milan, clube que atuou como jogador entre 1997 e 2001, sendo campeão italiano na temporada 98/99, e posteriormente como diretor e treinador, entre 2003 e 2009. O novo diretor já atuava nos bastidores da equipe por ocasião da conquista da UEFA Champions League2006/07. Sem sucesso como treinador, Leonardo foi para o rival Inter de Milão, onde trabalhou como técnico por apenas seis meses. Posteriormente, foi diretor do Paris Saint-Germain, onde também atuou como atleta, ficando até 2013.

Trata-se do primeiro grande movimento estratégico do fundo de private equity Elliot Management após assumir o clube das mãos do chinês Li Yonghong. Um dos objetivos do grupo era encerrar de uma vez a participação chinesa dentro e iniciar uma nova era. Vale lembrar que Yonghong não conseguiu pagar um empréstimo de € 32 milhões e chegou a ser chamado de “charlatão” pela imprensa local. Recentemente, no entanto, o fundo americano assumiu o comando do clube e destituiu o chinês do cargo.

Fonte: MKT Esportivo

COM ATENÇÃO AOS ESPAÇOS COMERCIAIS, CÂMARA MUNICIPAL DE MILÃO REFORMARÁ SAN SIRO


Estádio, cujo nome oficial é Giuseppe Meazza, é casa de Inter e AC Milan



Câmara Municipal de Milão anunciou que San Siro, casa da Inter de Milão e do AC Milan, irá passar por um projeto de modernização considerado pelos profissionais responsáveis como “extraordinário”.

O que pode parecer uma ampla reforma, na verdade, não será algo tão amplo. Segundo o conselho da cidade, serão investidos apenas € 15 milhões e o estádio estará concluído em junho de 2020, aparentemente comprometendo o mando de jogo dos rivais durante o período. O trabalho se concentrará em reforçar o primeiro nível do San Siro, com uma melhora significativa dos espaços comerciais. A praça no seu entorno também receberá atenção.

“Agradeço ao Milan e ao Inter pelos esforços na manutenção e renovação do Giuseppe Meazza. O plano de obras e inovações a ser feito para a estrutura nos permitirá continuar a definir o estádio da nossa cidade como em uma “World Football Scale”, ainda mais acolhedor, seguro e eficiente para todos os fãs de futebol”, afirmou Roberta Guaineri, uma das responsável pelo projeto.

San Siro, cujo nome oficial é Giuseppe Meazza, é casa do clube rossonero  desde sua abertura em 1926, enquanto o rival nerazzurri está no local desde 1947. Nos últimos anos, os dois clubes estiveram ligados à projetos de novas arenas e especulam mudanças desde então. Por enquanto, nada definido.

Fonte: MKT Esportivo

PRESIDENTE DO NAPOLI CONFIRMA PLANOS DE CONSTRUIR ARENA E CENTRO DE TREINAMENTO


Aurelio de Laurentiis confirma futuro estádio com capacidade para 30 mil torcedores



Vivendo um novo momento no ambiente digital com o lançamento de uma nova loja oficial na Amazon, o Napoli agora parte para fortalecer o âmbito estrutural. Segundo o seu presidente, Aurelio de Laurentiis, o clube oficializará em breve os planos de construir um novo estádio e centro esportivo.

Em entrevista a Gazzetta dello Sport, de Laurentiis confirmou que está perto de adquirir um terreno para erguer uma nova arena com capacidade para 30 mil torcedores. Sem detalhes sobre sua localização, sabe-se apenas que não estará necessariamente dentro do município de Nápoles, onde seria mais complicado obter licenças para o pontapé inicial de sua construção.

“Estou prestes a concluir a compra de uma área de 100 hectares, onde construiremos o estádio e o centro esportivo”, disse de Laurentiis. “Estou cuidando do destino da área para não arriscar a burocracia, porque posso contar que dentro de três anos poderemos construir um novo estádio multifuncional com 30 mil assentos”, completou.

Quando confirmado, será o início do movimento de desocupação do Stadio San Paolo, inaugurado em 1959 e que já passou por duas reformas de modernização. Sobre o futuro centro esportivo, o Napoli tem como modelo ideal o amplo complexo de academias do Manchester City, que abriga 16 campos de futebol, três academias e várias outras instalações modernas para as categorias de base.

Fonte: MKT Esportivo