Cabeçalho

Logotipo

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Lucro e calendário pesam, e Supercopa da Espanha será no Marrocos


Decisão será disputada em jogo único e fora do país por vontade da federação


A Supercopa da Espanha que colocará frente a frente Barcelona e Sevilla será disputada fora do território espanhol. O local escolhido foi Tânger, cidade que fica no norte do Marrocos e bem próxima à fronteira com a própria Espanha.

A decisão foi anunciada pela Federação Espanhola de Futebol (RFEF), que, dessa forma, vai contra a vontade do Sevilla. O clube queria que a tradição de dois jogos, um na casa de cada oponente, se mantivesse como é desde a criação do torneio em 1982. No entanto, a final será em jogo único e em campo neutro pela primeira vez na história.
Segundo a RFEF, a decisão foi tomada justamente por conta do Sevilla. Isso porque o clube terá jogos das fases iniciais da Liga Europa nas primeiras semanas de agosto, o que complicaria achar duas datas para confrontos de ida e volta diante do Barcelona.
Dessa forma, a federação optou pelo jogo único. Para o Sevilla, as chances de vencer o Barcelona seriam maiores se o time pudesse contar com o apoio de sua torcida ao menos no jogo de ida.
“Foi uma decisão unânime do comitê jogar a Supercopa como jogo único no dia 12 de agosto em um campo neutro. Consideramos outras opções, como Valencia e Madrid, mas o aspecto financeiro não era bom. A temperatura em Tânger será adequada, assim como o aspecto financeiro”, afirmou Luis Rubiales, presidente da RFEF.
A fala de Rubiales mostra outro lado da decisão da RFEF, que bate com a decisão da Lega Serie A, que organiza o futebol italiano, de levar a final da Supercopa da Itália para a Arábia Saudita em três dos próximos cinco anos. São novos mercados, e as chances de entrar um dinheiro inesperado com direitos de mídia e patrocinadores são vistas com bons olhos.
A estratégia já é usada pelo futebol italiano há algum tempo. Para se ter uma ideia, Estados Unidos, Líbia, China e Qatar já receberam a decisão em jogo único da Supercopa da Itália. Se o retorno não fosse bom, a ideia não se repetiria com tanta intensidade.
O Barcelona garantiu participação na Supercopa ao se sagrar campeão da LaLiga. A final é sempre contra o campeão da Copa del Rey. Este ano, no entanto, o Barça também venceu o torneio. Como o Sevilla foi o vice, ao perder a final por 5 a 0 para o time catalão, acabou herdando a vaga na final da Supercopa.
Fonte: Máquina do Esporte



0 comentários :

Postar um comentário