Cabeçalho

Logotipo

sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Espanha, Portugal e Marrocos farão tentativa conjunta pela Copa de 2030


Candidatura seria a primeira da história a ter países de dois continentes diferentes



Espanha, Portugal e Marrocos deverão fazer, em breve, um anúncio histórico: uma candidatura conjunta para que os três países sejam sedes da Copa do Mundo de 2030. Se confirmada, a tentativa seria a primeira da história a ter países de dois continentes diferentes. As informações são do canal de notícias marroquino Al Yaoum 24.
De acordo com a publicação, o Marrocos teria percebido que terá mais força no pleito ao se juntar a duas nações europeias. O país africano já tentou ser sede de um Mundial por cinco vezes, a última delas para 2026, que acabou perdendo justamente para uma candidatura tripla formada por Estados Unidos, Canadá e México.
Logo após a derrota na quinta tentativa, o rei marroquino, Mohammed VI, já havia garantido que tentaria novamente em 2030. Agora, o monarca parece ter simplesmente mudado de estratégia e incluído espanhóis e portugueses nos planos.
Segundo o canal marroquino, o pacto será anunciado oficialmente nas próximas semanas, já que os três países decidiram deixar que a Fifa saiba sobre plano assim que tudo estiver resolvido.
Vale lembrar que, apesar de Espanha e Portugal situarem-se na Europa, e o Marrocos estar na África, a distância entre os territórios espanhol e marroquino é muito pequena, cerca de 14 quilômetros pelo Estreito de Gibraltar, o que facilitaria a logística.
Outra curiosidade é o fato de que os três países caíram no mesmo grupo no último Mundial, disputado na Rússia este ano. Ao lado do Irã, Espanha, Portugal e Marrocos formaram o Grupo B e fizeram jogos bastante equilibrados, tanto que espanhóis e portugueses passaram às oitavas de final com apenas cinco pontos somados.
A reportagem também afirma que uma possível candidatura tripla dentro da África, com o Marrocos se aliando a Argélia e Tunísia, ainda é cogitada, mas perdeu bastante força nas últimas semanas.
Por enquanto, o que fica evidente é que a luta para ser sede da Copa do Mundo de 2030, quando a competição completará 100 anos de existência, será das grandes. Argentina, Paraguai e Uruguai farão uma candidatura tripla na América do Sul, por exemplo. Além disso, Inglaterra e China também já sinalizaram que podem lançar candidaturas a qualquer momento.
Fonte: Máquina do Esporte


0 comentários :

Postar um comentário