Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Estudo mostra que, com ou sem Copa, futebol cresce nos EUA


Desde 2012, interesse da população adulta do país aumentou 27%



O futebol ainda está longe de ser verdadeiramente popular nos Estados Unidos, mas um levantamento da Nielsen aponta o quanto o esporte tem tido um crescimento contínuo nos últimos anos, independentemente da Copa do Mundo, com a presença ou não da seleção americana no Mundial.
Segundo a agência, o interesse da população adulta dos Estados Unidos pelo futebol cresceu 27% desde 2012. Mais do que isso, não houve um único ano desde então com queda no quanto o americano valoriza o esporte. Neste ano, 47% da população com mais de 18 anos mostra algum apego à modalidade. Em 2017, esse número estava em 44%, contra 42% apresentado em 2016.
O crescimento foi acentuado em 2018, ano de Copa do Mundo que não contou com os americanos. O salto foi maior do que o ocorrido entre 2013 e 2014.
Mais importante do que essa demonstração de interesse está o fato de sua aplicação na prática no mercado. A audiência da MLS (liga de futebol dos Estados Unidos) tem apresentado crescimento no país. Na televisão, a competição tem tido, em média, um aumento de 13% no número de torcedores nesses últimos anos.
No mercado americano, o futebol ainda enfrenta um problema-chave para a popularização da modalidade, apesar desse crescimento recente. Hoje, o esporte se mantém fechado nos mercados onde a MLS atua de fato, onde há time e jogos. Fora, o “soccer” se mantém ainda muito longe do protagonismo. Nova York, Los Angeles e Seattle são exemplos de locais onde há um maior espaço para a liga. Miami, ainda sem time, é uma exceção, que pode ser explicada pelo alto número de latinos.
Fonte: Máquina do Esporte

0 comentários :

Postar um comentário