Cabeçalho

Logotipo

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Ronaldo será embaixador do Santander na Liga dos Campeões


Banco quer aumentar visibilidade do torneio no Brasil e na América Latina




O ex-atacante Ronaldo foi anunciado nesta quinta-feira (30) como embaixador global do Santander na Liga dos Campeões. A intenção do banco espanhol, que estreia na temporada 2018/2019 como patrocinador da competição, é aumentar a visibilidade do torneio na América Latina, em especial no Brasil.
O contrato tem duração de três anos, ou seja, estará vigente durante o triênio em que o Santander ficará ao lado da principal competição de clubes do mundo. Os valores não foram divulgados.
Pelo acordo, Ronaldo marcará presença nas campanhas publicitárias do Santander em todos os países em que o banco atua. A escolha se deu pela boa aceitação que o nome do ex-atacante tem entre os torcedores dos dez países em que a instituição financeira está presente na América Latina.
“Foi nossa primeira escolha. Queríamos alguém que estivesse no mesmo nível de Pelé, com quem já havíamos trabalhado antes. Ronaldo passou no teste até na Argentina”, explicou Juan Manuel Cendoya, diretor geral de comunicação e marketing do Santander.
Além da escolha de Ronaldo, o banco ainda revelou que lançará um programa de educação financeira para jogadores de futebol e apoio ao desenvolvimento de comunidades. A ideia vem de encontro ao objetivo traçado pelo Santander e corroborado por Cendoya de que o banco “quer ser mais do que apenas um parceiro comercial”.
“O futebol tem um grande impacto na vida das pessoas, e queremos colaborar com diferentes organizações para impactar positivamente a sociedade”, afirmou o diretor geral.
De acordo com o Santander, maiores detalhes serão dados ao longo da temporada. Uma das primeiras iniciativas, no entanto, já foi definida: o apoio à Common Goal, movimento liderado pelo meia espanhol Juan Mata para que todos os jogadores profissionais de futebol doem 1% do salário para projetos sociais. O Santander será o primeiro patrocinador da Common Goal e fará uma contribuição de 240 mil euros por ano. Até o momento, o projeto já conta com 65 atletas.
Vale ressaltar que, em novembro do ano passado, o Santander anunciou a chegada à Liga dos Campeões logo após deixar a Ferrari e a Fórmula 1. O banco e a Uefa têm planos ambiciosos para a parceria desde então. Enquanto a Uefa enxerga no Santander uma oportunidade de crescer na América Latina, a instituição financeira quer usar o foco no futebol também como uma plataforma de aproximação.
 “O acordo nos permitirá alcançar novos públicos e nos aproximar de nossos clientes em todo o mundo. Acabamos de renovar a imagem de marca do Santander para torná-lo mais moderno e digital, e essa competição é a vitrine perfeita”, concluiu Juan Manuel Cendoya.
Além da Liga dos Campeões, o Santander ainda patrocinará a LaLiga e também a Copa Libertadores nos próximos anos.
Fonte: Máquina do Esporte

0 comentários :

Postar um comentário