Cabeçalho

Logotipo

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Leilão entre Fox e Comcast decidirá aquisição da Sky


Propostas finais serão feitas neste sábado (22); resultado sai na segunda-feira (24)



A emissora de televisão por assinatura britânica Sky será objeto de um verdadeiro leilão neste sábado (22). Dessa forma, a novela que se arrasta há quase dois anos chegará finalmente ao capítulo derradeiro. O que ainda não se sabe, no entanto, é quem dará o lance final: Fox ou Comcast.
De acordo com o site britânico SportsPro Media, embora tanto a Comcast quanto a Fox já tenham feito propostas, nenhuma das duas declarou o desejo de aumentar sua oferta. E é por isso que surge o leilão atípico. Especula-se que as propostas finais dos licitantes sejam feitas neste sábado (22) à noite, com o vencedor sendo declarado antes dos mercados reabrirem às 7h de segunda-feira (24).
Ainda segundo a publicação, haverá um máximo de três rodadas no leilão, com a única opção de propostas em dinheiro. A empresa que possui o lance mais baixo, atualmente a Fox, começará a disputa. Em seguida, será a vez da Comcast.
A novela que terminará nos próximos dias teve início em dezembro de 2016. À época, a Fox, do magnata Rupert Murdoch, fez uma oferta inicial de £ 10,75 por ação para comprar todas as ações da Sky que a Fox ainda não possuía. Murdoch já possuía uma participação de 39% na empresa e já havia tentado assumir o controle da Sky em sua totalidade em 2011.
Quando o mercado achava que a compra era questão de tempo, surgiu a Comcast, que elevou as apostas, oferecendo £ 12,50 por ação.
De lá pra cá, a Fox aumentou novamente sua oferta para o Reino Unido para £ 14 por ação, e foi novamente batida pela proposta de £ 14,75 da concorrente.
Em julho deste ano, a Fox chegou a fazer uma oferta de US$ 32,5 bilhões. A Comcast, no entanto, bateu o pé e, horas depois, apresentou uma oferta de US$ 34 bilhões. Naquele momento, a operadora de TV a cabo americana já havia anunciado que desistira de comprar justamente parte da Fox em um duelo com a Disney. O motivo dado era exatamente focar os esforços para ganhar a briga com a própria Fox pela Sky.
A própria questão da compra de parte da Fox pela Disney acabou tornando a situação toda tão complexa que definiu-se pelo leilão para resolver o cenário que envolve a compra da Sky. Como não poderia ser diferente, como compradora de parte da Fox, a Disney é a favor que a própria Fox compre a Sky.
“Ter três das melhores e maiores empresas de mídia do mundo buscando possuir a Sky é um endosso importante e positivo de nossa estratégia e da execução de nossos planos. Um processo como o anunciado hoje não acontece com muita frequência e, portanto, é provável que gere cobertura e especulação na mídia nos próximos dias. Também é provável que se encerre em algum momento no fim de semana ou na manhã de segunda-feira e, portanto, pode estar fora do horário comercial normal”, declarou Jeremy Darroch, CEO da Sky, em um comunicado dirigido aos funcionários.
Vale lembrar que a luta pela Sky é parte de uma batalha mais ampla travada na indústria global de entretenimento, com os gigantes da mídia americana oferecendo dezenas de bilhões de dólares em acordos para competir com empresas como Netflix e Amazon, que vêm crescendo exponencialmente nos últimos anos.
O site britânico SportsPro Media define a Sky “como um dos prêmios mais cobiçados da indústria de mídia” pelas empresas americanas que desejam expandir suas operações para a Europa. Isso porque, além de vender serviços de banda larga e telefonia móvel, a Sky também é líder em TV por assinatura no Reino Unido e outros mercados regionais, entre eles Alemanha e Itália.
Fonte: Máquina do Esporte

0 comentários :

Postar um comentário