Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Uefa pensa em final da Liga dos Campeões em Nova York


Revelação foi feita pelo CEO da Mediapro em uma rádio espanhola




A Uefa pretende levar uma final da Liga dos Campeões para a cidade de Nova York, nos Estados Unidos, em breve. A revelação foi feita por Jaume Roures, CEO da empresa de mídia espanhola Mediapro, que detém os direitos da torneio na Espanha, mas os distribui para a empresa de telecomunicações também espanhola Telefónica.
“As conversas estão investigando a viabilidade de sediar uma futura final da Liga dos Campeões na cidade de Nova York”, afirmou Roures, em entrevista ao programa “El Mati”, da Catalunya Radio, da Espanha.
Se a informação for confirmada, esta seria a primeira vez que a Uefa tem esse tipo de discussão, já que nunca houve um jogo sequer do principal torneio de clubes do mundo fora do continente europeu.
De acordo com o calendário que já está definido pela Uefa, é possível que o ano escolhido para a inovação seja 2021. Isso porque a final de 2019 já está marcada para o estádio Wanda Metropolitano, em Madrid, e a de 2020 também já teve o estádio Olímpico Atatürk, em Istambul, como escolhido. O local da final de 2021 será anunciado em junho de 2019.
A possível escolha inédita da Uefa surge pouco depois da decisão da LaLiga, a liga espanhola de futebol, de levar um jogo da competição para fora da Espanha pela primeira vez na história. Coincidentemente ou não, Girona e Barcelona duelarão justamente nos Estados Unidos, mas em Miami, em janeiro de 2019.
“Haverá um benefício financeiro para o Girona por aceitar mandar o jogo nos EUA, mas o mais importante para o clube é que ele estará sujeito a uma exposição massiva e será o centro do mundo naquele dia”, declarou Roures sobre o assunto, ainda durante a entrevista à rádio espanhola.
A ideia da LaLiga é internacionalizar sua marca e aumentar seu alcance global. Se for confirmada uma final da Liga dos Campeões fora da Europa, ficará claro que a Uefa estará seguindo a mesma linha de pensamento.
Fonte: Máquina do Esporte

0 comentários :

Postar um comentário