Cabeçalho

Logotipo

terça-feira, 16 de outubro de 2018

EM TRANSIÇÃO, AC MILAN DIVULGA BALANÇO COM O MAIOR PREJUÍZO DE SUA HISTÓRIA


Após uma fracassada gestão chinesa, fundo norte-americano assumiu o clube com um grande desafio



AC Milan anunciou um recorde histórico que não lhe dará motivo algum para comemorar. O clube italiano fechou seu balanço financeiro com perdas de € 126 milhões durante o ano fiscal de 2017/18.

Trata-se de um aumento de € 53 milhões de prejuízo em relação ao ano anterior e consolida perdas de € 730 milhões nos últimos 14 anos, sendo € 460 milhões contabilizados nos últimos cinco. No início do ano, o Milanpublicou a prévia do seu balanço com perda no primeiro semestre de € 22.3 milhões, contra € 39.3 milhões no mesmo período de 2017.

Desde então, o Milan sofreu uma mudança drástica de propriedade, com o fundo Elliot assumindo o controle depois que Li Yonghong perdeu os prazos para quitar as taxas de empréstimo que o levou a adquirir a equipe das mãos de Silvio Berlusconi. Durante o único ano de gestão chinesa, as despesas aumentaram 22.3%.

Desde que substituiu Li, Elliot tem reestruturado a gestão do Milan, tendo tirado Ivan Gazidis do Arsenal para assumir o posto de novo presidente-executivo na Itália, além dos ex-jogadores Paolo Maldini e Leonardo para garimparem novos jogadores.

Já na última janela de transferências, foram aproximadamente € 200 milhões na contratação de reforços(sendo € 90 milhões apenas em Higuaín). Para efeito comparativo, durante o mesmo período, a rival Inter de Milão anunciou perdas de € 18 milhões.

Fonte: MKT Esportivo

0 comentários :

Postar um comentário