Cabeçalho

Logotipo

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Kaiser aposta no futebol de várzea para reforçar conceito


Marca vai organizar primeira edição da Taça Kaiser de futebol amador



Ao som de grandes sucessos do pagode dos anos 1990 e com direito a churrasco e cerveja no final do evento, a Kaiser lançou nesta terça-feira (16), em São Paulo, a Taça Kaiser, competição entre times amadores que servirá para materializar a campanha da marca pela volta do "futebol de verdade".

Diferentemente da famosa Copa Kaiser, que chegou a ser o maior campeonato de futebol amador do país e teve sua última edição disputada em 2014, a Taça Kaiser é “apenas” patrocinada pela marca de cerveja do grupo Heineken. Na antiga Copa Kaiser, a marca ia buscar os times e organizava a competição, que chegou até a ter o apoio da Federação Paulista de Futebol.
A Taça Kaiser, no entanto, será diferente. O torneio será disputado pelos campeões de quatro campeonatos amadores regionais patrocinados pela marca: Copa Corujão (Belo Horizonte/MG), Liga Amadora da Capital (Curitiba/PR), Campeonato Regional da Liga Blumenauense de Futebol (Blumenau/SC) e Copa Cidade Máster (Santa Cruz do Sul/RS).
Os quatro vencedores disputarão as semifinais no dia 19 de janeiro de 2019, no estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR). A final será jogada no dia seguinte (20), entre os vencedores das semifinais, também na casa do Coritiba. O primeiro semifinalista já está definido: é o Mineirinho, campeão da Copa Corujão.
A ideia da Kaiser é usar o final de semana também para compartilhar experiências e passar dicas de profissionais do mercado do futebol. Batizada de “Resenha do Conhecimento”, o ciclo de palestras e conversas terá a presença de convidados especiais, como um dirigente de algum clube da Série A do Campeonato Brasileiro, um olheiro e um especialista em preparação física. Além disso, a marca promete churrasco e cerveja depois que a bola parar de rolar.
“O futebol de hoje tem perdido sua essência. Queremos encorajar os homens a manter as coisas simples da vida. Como a Kaiser é uma marca que fala do comportamento simples e tradicional masculino, fizemos a conexão com o futebol amador para levantar a bandeira pela volta do futebol de verdade, do amor à camisa. É nos campeonatos amadores que ainda conseguimos resgatar essa emoção dos gramados”, explicou Gustavo Hila, gerente de marketing da Kaiser.
O evento em São Paulo ainda contou com os três ex-jogadores que protagonizam a campanha da marca desde o início, em abril. Vampeta, Túlio e Dadá Maravilha estiveram presentes no lançamento e contaram histórias do começo da carreira, na várzea.
“O futebol amador, de várzea, é muito importante para o futebol como um todo. Hoje, como presidente do Osasco Audax, vejo que conseguimos levar 500, 800 pessoas em um jogo quando não é contra time grande. Já na várzea, tem time que leva 4 mil, 5 mil pessoas para o estádio”, disse Vampeta, campeão do mundo com a seleção brasileira em 2002.
“Essa campanha começou na rádio, passou para o YouTube e, depois, com o sucesso, virou 3600 em abril. Agora, estamos mostrando que não queremos ficar só nas mensagens. Queremos fazer algo real e tangível, pois temos a convicção de que o futebol de verdade, o futebol jogado por amor, está na várzea”, concluiu Gustavo Hila.
No evento, também foi apresentado o modelo do troféu que o vencedor da primeira edição da Taça Kaiser irá levantar no gramado do Couto Pereira. E o formato não poderia ser diferente: um enorme copo dourado de chopp, que deve fazer com que os jogadores corram ainda mais atrás da bola no início de 2019.
Fonte: Máquina do Esporte


0 comentários :

Postar um comentário